Champions League

Imprensa espanhola repercute dura derrota do Barcelona na Champions: 'Humilhado'

Nathália Almeida
Barcelona vive um momento muito delicado em sua história
Barcelona vive um momento muito delicado em sua história / Quality Sport Images/Getty Images
facebooktwitterreddit

Depois de estrear com derrota pesada para o Bayern de Munique por 3 a 0 - partida na qual sequer conseguiu acertar uma finalização no alvo -, o Barcelona voltou a campo na noite desta quarta (29) pela Champions League, para encarar o Benfica. O torcedor catalão mais otimista poderia imaginar que o "pior já havia passado", afinal de contas, o Bayern é a principal força da chave. Contudo, a partir do exato momento em que bola rolou no Estádio da Luz, os blaugranas viram o mesmo filme da estreia se repetir diante seus olhos.

Fragilizado tecnicamente, taticamente e emocionalmente, o gigante Barcelona acabou sendo presa fácil para um Benfica inspirado. Centroavante de enorme talento, Darwin Núñez foi o maestro do enorme triunfo encarnado por 3 a 0 em Lisboa, resultado que levou a equipe da casa à vice-liderança com quatro pontos e afundou ainda mais o Barcelona, único zerado em pontos no grupo E. O Bayern de Munique, que goleou o Dínamo de Kiev (UCR) por 5 a 0 na rodada, lidera.

Darwin Nunez, Gilberto
Benfica dominou o Barcelona na Luz / Soccrates Images/Getty Images

Após o apito final, diversos veículos da imprensa espanhola repercutiram a atuação catastrófica da equipe catalã em Lisboa: "Golpe monumental ao Barça, humilhado pelo Benfica em meio aos gritos de olé dos torcedores encarnados na Luz (...) Zero pontos e zero gols. Ronald Koeman está balançando na corda bamba", escreveu o Mundo Deportivo.

O 'Marca' foi ainda mais duro nas palavras, colocando em xeque o futuro de Ronald Koeman no Camp Nou: "Isso é uma ruína. Tratava-se de um jogo em que não se podia perder, era proibido voltar sem pontos. A equipe de Koeman sabia disso e, ainda assim, sofreu um gol em apenas dois minutos, algo imperdoável. A situação é complicada e agora força o Barcelona a ganhar sim ou sim os seis pontos contra o Dinamo de Kiev. Não sabemos se Koeman estará no banco nesses jogos", publicou.

facebooktwitterreddit