Impasse criado? Contas de Corinthians e Arena divergem sobre valores a serem repassados pelo clube

Fabio Utz
Corinthians v Criciuma - Brasileirao Series A 2014
Corinthians v Criciuma - Brasileirao Series A 2014 / Alexandre Schneider/Getty Images
facebooktwitterreddit

Existe uma certeza: o Corinthians precisa repassar valores ao Fundo da Arena, responsável pela gestão e também pelo pagamento do estádio alvinegro. No entanto, existem divergências a respeito do dinheiro a ser destinado. Conforme documentos obtidos pelo Uol Esporte, esta diferença é de R$ 36,1 milhões.

O balanço do Timão aponta a necessidade de envio de R$ 10,9 milhões, enquanto o do Fundo fala em R$ 47 milhões. Assim, está naturalmente gerado um impasse. “Não foi identificado procedimento de conciliação entre as partes envolvidas, sendo assim, nós ficamos impossibilitados de avaliar, por meio de outros procedimentos de auditoria, a adequação do referido saldo a receber e seus possíveis impactos no resultado do exercício”, diz relatório de um auditor independente.

Situação semelhante ocorreu em 2018. Por isso, a direção corintiana acredita estar com a razão. O clube disse que "não lhe cabe comentar o balanço de outra instituição e que os números apontados em seu balanço estão comprovados no documento e foram submetidos à auditoria externa, que emitiu parecer sem ressalvas”. Com dificuldades financeiras, o Timão há muito tempo negocia com a Caixa Federal a redução da parcela (atualmente em R$ 5,7 milhões) a ser paga mensalmente pelo financiamento da Arena de Itaquera, inaugurada em 2014. A dívida, no momento, é de mais de R$ 500 milhões, incluindo juros. No total, já foram repassados R$ 172 milhões ao banco.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.

Para mais notícias do Corinthians, clique aqui.

facebooktwitterreddit