Copa do Brasil

Hulk pode se tornar maior artilheiro de uma edição da Copa do Brasil na década; veja números

Antonio Mota
Hulk precisa de mais três gols para superar Gabigol e se tornar o maior artilheiro isolado de uma única edição da Copa do Brasil desde 2010.
Hulk precisa de mais três gols para superar Gabigol e se tornar o maior artilheiro isolado de uma única edição da Copa do Brasil desde 2010. / Pedro Vilela/GettyImages
facebooktwitterreddit

Um dos principais destaques do Atlético-MG na temporada, Hulk pode alcançar mais uma marca expressiva na Copa do Brasil. Artilheiro, craque e melhor atacante do Campeonato Brasileiro, o camisa 7 é o principal goleador da copa e precisa de apenas mais dois gols para igualar marca de Gabriel Barbosa, o Gabigol, e de outros dois atacantes que brilharam na competição na década passada.

Hulk já anotou 6 gols nesta edição da Copa do Brasil e, assim, se marcar mais duas vezes contra o Athletico-PR, vai igualar Gabigol, Hernane Brocador e Luís Fabiano como o maior artilheiro de uma única edição do torneio desde 2010, quando Neymar, então no Santos, foi o goleador da copa, com 11 tentos. Se marcar três ou mais gols nos 180 minutos da decisão, ele vai se isolar como o goleador máximo de uma única edição da copa no período.  

Hulk Copa Brasil Atlético
Com 6 gols, Hulk é o artilheiro da Copa do Brasil. / Pedro Vilela/GettyImages

De 2011 até hoje, Gabriel Barbosa, Hernane e Luís Fabiano foram os jogadores que conseguiram marcar mais gols em uma única edição de Copa do Brasil: 8. Luís Fabiano alcançou a marca em 2012, quando defendia o São Paulo. No ano seguinte, o Brocador, então no Flamengo, foi quem anotou oito tentos no torneio. Já em 2015, quando defendia o Santos, Gabi também conseguiu celebrar oito gols na competição mais democrática do país.  

Com Hulk, o Atlético-MG recebe o Athletico-PR no Mineirão, no final da tarde deste domingo, 12, pela partida de ida da final da Copa do Brasil.

Artilheiros da Copa do Brasil desde 2011

2011: Alecsandro (Vasco), Rafael Coelho (Avaí), William (Avaí), Adriano (Palmeiras) Kléber (Palmeiras) - 5 gols

2012: Luís Fabiano (São Paulo) - 8 gols

2013: Hernane (Flamengo) - 8 gols

2014: Bill (Ceará), Gabriel (Santos) e Léo Gamalho (Santa Cruz) - 6 gols

2015: Gabigol (Santos) - 8 gols

2016: Marinho (Vitória) - 6 gols

2017: Léo Gamalho (Goiás), Lucas Barrios (Grêmio) e Rafael Sóbis (Cruzeiro) - 5 gols

2018: Gabigol (Santos), Neilton (Vitória) e Rômulo (Avaí) - 4 gols

2019: Luciano (Fluminense), Paolo Guerrero (Internacional) e Pipico (Santa Cruz) - 5 gols

2020: Brenner (São Paulo), Léo Gamalho (CRB), Nenê (Fluminense) e Rodolfo (América-MG) - 6 gols

2021: Hulk (Atlético-MG) - 6 gols

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.

facebooktwitterreddit