Atlético MG

Punição à vista? Hulk, do Atlético-MG, vai a julgamento mais uma vez na próxima quinta-feira

Fabio Utz
Centroavante é acusado de agressão a atleta do Coritiba
Centroavante é acusado de agressão a atleta do Coritiba / Pedro Vilela/GettyImages
facebooktwitterreddit

Após a eliminação na Copa do Brasil, o Atlético-MG foca suas atenções novamente no Campeonato Brasileiro. Mas, ao mesmo tempo, fica com um olhar voltado também para o Superior Tribunal de Justiça Desportiva.

O centroavante Hulk, principal jogador da equipe de Antonio Mohamed, volta ao banco dos réus. Depois de ser inocentado da acusação de agressão em duelo frente ao Coritiba, a Procuradoria do órgão recorreu da decisão. Com isso, agora, o assunto será pauta de análise do Pleno na quinta-feira, dia 19 - em primeira instância, na 3ª Comissão Disciplinar, a decisão pela absolvição se deu de forma unânime.

No lance em questão, Hulk cometeu falta em Willian Farias. Ele argumentou que tentou fazer um desarme, mas é fato que o chute passou longe da bola. O fato, aliás, foi alvo de polêmica até junto a Gabigol, do Flamengo, que comentou em suas redes sociais o fato de o atleta não ter sido expulso. Caso condenado por agressão física, o atacante poderá pegar de 4 a 12 jogos de suspensão, como prevê o artigo 254-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva

Para mais notícias do Atlético Mineiro, clique aqui.

facebooktwitterreddit