Champions League

De herói a vilão, artilheiro da Champions League faz gol contra e atinge recorde histórico

Bia Palumbo
Ajax está invicto na Uefa Champions League
Ajax está invicto na Uefa Champions League / Gualter Fatia/GettyImages
facebooktwitterreddit

Um dos jogos mais emocionantes do mata-mata da Champions League aconteceu nesta quarta-feira (23) no Estádio da Luz, em Lisboa, e terminou 2 a 2. Invicto até então, o Ajax largou na frente duas vezes, mas o Benfica, empurrado por cerca de 54 mil torcedores, buscou o empate.

Os times se reencontram em 15 de março, na Holanda, e quem vencer avança para as quartas de final. Um novo empate por qualquer placar leva o jogo para a prorrogação e, se necessário, pênaltis.

Um dos personagens da partida foi o marfiense Sébastien Haller, que anotou o 11º dele na temporada e comprovou que o faro de gol segue apurado. Entretanto, a história dele neste confronto começou com um gol contra, após jogada do belga Jan Vertonghen, outro que brilhou ao longo dos 90 minutos.

O Benfica protagonizou a primeira chance de gol, com Darwin Núñez, que subiu junto com Vertonghen dentro da área, mas apesar de certeira, a cabeçada saiu sem muita força no canto esquerdo e o goleiro Remko Pasveer encaixou. O Ajax respondeu minutos depois, quando Antony recebeu de Haller e arriscou, mas aí foi a vez de Odysseas Vlachodimos defender.

O goleiro grego, no entanto, falhou na saída de bola ao acionar Grimaldo na esquerda, o lateral perdeu a bola e depois a dupla Antony e Mazraoui agiu rápido para acionar Tadic, que recebeu no meio da área e usou o pé direito para balançar a rede.

O resultado adverso não intimidou os Encarnados, Rafa Silva quase empatou em finalização de canhota que ainda resvalou na trave, mas no minuto seguinte o time conseguiu furar uma das melhores defesas do torneio após a boa jogada de Vertonghen pela esquerda. Ele cruzou, a bola tocou em Haller e entrou. Quatro minutos depois, porém, Berghuis avançou pela esquerda e aí jogou na área para o africano, que bateu de canhota no contrapé do goleiro e o time de Amsterdam foi para o vestiário com a vitória parcial.

O jogo continuou aberto e o enredo se repetiu no segundo tempo. O time lisboeta voltou melhor, tanto que Everton Cebolinha, em chute da entrada da área, e Rafa Silva, em arrancada pela esquerda, levaram perigo, mas o que definiu mesmo foi um contra-ataque. Gonçalo arriscou de longe, o goleiro rebateu para a dentro da área e então o ucraniano Yaremchuk cabeceou firme para balançar a rede. Ele tinha entrado 10 minutos antes, substituindo Everton Cebolinha.

Além do Ajax, apenas dois clubes mantêm a invencibilidade na atual temporada da Champions - Bayern e Liverpool, que estrearam com empate e vitória, respectivamente, no mata-mata.

facebooktwitterreddit