Fora do Campo

Guerra na Ucrânia: UEFA determina punição para seleção e clubes de Belarus

Bia Palumbo
Belarus tem como técnico Georgiy Kondratiev, que é nascido no país
Belarus tem como técnico Georgiy Kondratiev, que é nascido no país / ROMAN KRUCHININ/GettyImages
facebooktwitterreddit

Aliada da Rússia, que foi punida pela FIFA e pela UEFA, Belarus também sofreu consequências esportivas pela questão envolvendo a ofensiva militar na Ucrânia, considerando a fronteira com o país vizinho e a relação entre o presidente russo Vladimir Putin e Aleksandr Lukashenko, líder do governo belarusso.

A entidade que comanda o futebol europeu anunciou que os representantes do país, sejam eles clubes ou seleções, terão que mandar jogos em campo neutro e sem torcida, mas outras medidas podem ser tomadas porque novos encontros estão programados para as próximas horas.

"O Comitê Executivo da UEFA reuniu-se hoje e decidiu que todos os clubes e seleções bielorrussas que participam nas competições da UEFA terão que disputar os seus jogos em casa em recintos neutros, com efeito imediato. Além disso, nenhum espectador poderá assistir a jogos em que as equipas da Bielorrússia sejam anfitriãs.

O Comitê Executivo da UEFA irá convocar novas reuniões extraordinárias, regularmente e sempre que necessário, para reavaliar a situação legal e factual à medida que esta evolui, além de adotar novas decisões caso seja necessário."

Não há nenhum clube classificado para a reta final da Uefa Champions League, Liga Europa e Uefa Conference League, as principais competições que envolvem clubes do Velho Continente.

Outra decisão importante no âmbito esportivo consiste no banimento de atletas russos e belarussos dos Jogos Paralímpicos de Inverno, que acontecem a partir desta semana em Pequim, uma decisão comunicada pelo Comitê Paralímpico Internacional.

facebooktwitterreddit