Atlético MG

Proposta do Grupo City para SAF do Atlético-MG divide torcedores; confira as reações

Matheus Nunes
Atlético-MG é o atual campeão brasileiro e da Copa do Brasil
Atlético-MG é o atual campeão brasileiro e da Copa do Brasil / Pedro Vilela/GettyImages
facebooktwitterreddit

Após Cruzeiro e Botafogo venderem suas SAF (Sociedade Anônima do Futebol), agora é a vez do Atlético-MG entrar na mira de grandes empresários interessados no clube. Segundo informações do jornalista Rodrigo Capelo, do Grupo Globo, o City Football Group fez uma proposta de R$ 1 bilhão para comprar o Galo. De acordo com ele, a oferta inclui a aquisição de 51% de um futuro clube-empresa que ainda precisa ser aprovada pelo clube, sendo criado sob a estrutura de SAF.

A empresa, que é controlada pelo sheik Mansour bin Zayed Al Nahyan, dos Emirados Árabes, é a mesma que comanda o Manchester City, da Inglaterra. A estratégia do grupo é em ampliar suas atuações na América do Sul. No entanto, pelo que parece, os valores não convenceram a cúpula do clube mineiro.

O que os mandatários estipulam é um valor de mercado do clube em R$ 2 bilhões. No ano passado, os empresários Rubens e Rafael Menin, Ricardo Guimarães e Renato Salvador foram conhecer na Inglaterra como funcionavam a estrutura do Grupo City.

Além do atual campeão inglês, a empresa é parceira de mais 10 clubes: o New York City (Estados Unidos), Melbourne City (Austrália), Mumbai City FC (Índia), Lommel SK (Bélgica), ESTAC Troyes, (França), Montevideo City Torque (Uruguai), Girona FC (Espanha), Yokohama F. Marinos (Japão), Sichuan Jiuniu (China) e Club Bolivar (Bolívia).

facebooktwitterreddit