Grêmio se posiciona sobre atos de vandalismo e confirma identificação de responsáveis

Fabio Utz
Torcedores protagonizaram quebra-quebra no domingo
Torcedores protagonizaram quebra-quebra no domingo / RAUL PEREIRA/GettyImages
facebooktwitterreddit

18 horas depois dos incidentes ocorridos na Arena ao término do duelo contra o Palmeiras, o Grêmio se posicionou de forma oficial a respeito dos fatos. Através de um comunicado, confirmou que alguns envolvidos já foram identificados, mas que o processo continua.

Segundo o texto, alguns nomes dos chamados "transgressores" já foram enviados às autoridades competentes. O clube, acrescenta a nota, "não compactua com atos cometidos por pequena parcela dos presentes na partida de ontem".

Antes do jogo, torcidas organizadas que estavam punidas por recente tentativa de invasão ao centro de treinamento Luiz Carvalho foram liberadas para se fazer presentes. Além disso, a chamada Arquibancada Norte, de onde partiram os vândalos, também voltou a ser utilizada justamente no domingo. A tendência é que, após a invasão e quebra-quebra, o Tricolor perca mandos de campo para a sequência do Campeonato Brasileiro.

NOTA OFICIAL DO GRÊMIO

O Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense informa que está empregando todos os esforços necessários para, além de quem já foi reconhecido e apresentado aos órgãos competentes, identificar os demais transgressores em relação ao evento ocorrido ao final da partida entre Grêmio e Palmeiras, na Arena, deixando a critério das autoridades legitimadas para tanto, que os infratores sejam punidos na forma da lei.

O Grêmio, habitualmente engajado em ações e campanhas de conscientização contra qualquer tipo de violência e discriminação, não compactua com atos cometidos por pequena parcela dos presentes na partida de ontem.

Reitera-se que o Clube não irá se furtar de tomar as medidas internas cabíveis, após a apuração e a responsabilização dos indivíduos envolvidos no episódio. 

Por fim, o Grêmio renova o seu compromisso com o estrito cumprimento das leis e com a manutenção da ordem pública, permanecendo à disposição e atuando proativamente.

facebooktwitterreddit