Opinião

Grêmio é um desastre atrás do outro no que se refere a planejamento de futebol

Fabio Utz
Direção está sem rumo na luta contra o rebaixamento
Direção está sem rumo na luta contra o rebaixamento / Pedro H. Tesch/Agif/Gazeta Press/VoltaxImages
facebooktwitterreddit

O Grêmio é um desastre atrás do outro. Cada ato da direção só confirma o que falamos há algum tempo: o clube não tem planejamento algum. Muito menos coerência em suas definições. Ao demitir Luiz Felipe Scolari, que realmente não conseguia dar um rumo à equipe, Romildo Bolzan Júnior e companhia não estavam com nenhuma ideia em mente sobre o que fazer dali em diante. E não é assim que se trabalha em futebol.

Cada declaração de um ou outro dirigente, que aliás, não contribuem em nada para o momento desesperador do Tricolor, é um atestado de incompetência. Dessa vez, foi Duda Kroeff, integrante do Conselho de Administração, que diz ver em Thiago Gomes uma possibilidade de continuidade caso obtenha bons resultados contra Fortaleza e Juventude. Sim, é exatamente o que você leu. Algo do tipo 'se ganha, vai ficando, se perde, não serve'.

Mas, ao mesmo tempo em que 'prestigia' o interino', a diretoria corre atrás de nomes. Sonda Roger Machado, avalia Mano Menezes, vê em Lisca uma saída. Só que o que esses treinadores possuem de características em comum? Absolutamente nada. Esta omissa e desequilibrada gestão azul atira para tudo quanto é lado em busca da cartada final para a permanência na primeira divisão. Sim, o medo pegou, mas talvez agora seja tarde demais para rever conceitos praticados desde 2019 e evitar o rebaixamento.

Para mais notícias do Grêmio, clique aqui.

facebooktwitterreddit