Copa Libertadores

Governo do Uruguai exige vacinação completa dos finalistas da Libertadores e Sul-Americana

Lucas Humberto
Membros das deleções e torcedores precisarão comprovar esquema vacinal completo da Covid-19
Membros das deleções e torcedores precisarão comprovar esquema vacinal completo da Covid-19 / Ernesto Ryan/GettyImages
facebooktwitterreddit

A Conmebol enviou um ofício aos finalistas da Copa Libertadores e Sul-Americana informando que as pessoas envolvidas nas respectivas delegações só entrarão no Uruguai se estiverem completado o esquema vacinal da Covid-19, respeitando ainda o período de 14 dias depois da segunda dose. A determinação do governo local não permite exceções, ou seja, jogadores, membros da comissão técnica, cartolas e demais funcionários precisarão comprovar vacinação.

Todas os imunizantes aplicados em território nacional serão aceitos, incluindo a Coronavac, que ainda não foi aprovada em algumas regiões do globo. A principal entidade sul-americana de futebol também solicitou à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e aos clubes uma lista prévia de quem vai viajar a Montevidéu, bem como a situação vacinal de cada um.

Estadio Centenario Uruguai Libertadores Vacinação Covid-19 Montevidéu
Vacinação completa será exigida para jogadores e torcedores no Uruguai / Ernesto Ryan/GettyImages

Até o momento, nenhum caso de jogadores de clubes brasileiros que tenham recusado o imunizante tornou-se de conhecimento público. O Palmeiras, por exemplo, utilizou das vacinas disponibilizadas pela própria Conmebol para imunizar parte do seu elenco com a primeira dose em Assunção, sede da entidade.

Desde que o Programa Nacional de Imunizações (PNI) passou a contemplar cidadãos cada vez mais jovens, é comum ver atletas celebrando a vacinação completa, que também será exigida para os torcedores que quiserem acompanhar as decisões no Estádio Centenário.

Há discussões em andamento para decidir qual será a capacidade do palco das finais: inicialmente, a Conmebol trabalhava com a possibilidade de disponibilizar 50% do ambiente, totalizando cerca de 30 mil pessoas. No entanto, existem movimentações nos bastidores para utilizar 100% do estádio, o que representaria aproximadamente 60 mil pessoas.

De qualquer forma, novembro será um mês movimentado na capital uruguaia: no dia 20, Red Bull Bragantino e Athletico Paranaense decidem a Copa Sul-Americana. Sete dias depois, Flamengo e Palmeiras duelam pela Glória Eterna. Entre os duelos, mais precisamente no dia 21, a Libertadores Feminina irá conhecer seu novo campeão.

facebooktwitterreddit