Champions League

Governo da França se pronuncia sobre caos na final da Champions e denuncia esquema de ingressos falsos

Fabio Utz
Decisão entre Liverpool e Real Madrid sofreu atraso por questões de segurança
Decisão entre Liverpool e Real Madrid sofreu atraso por questões de segurança / THOMAS COEX/GettyImages
facebooktwitterreddit

A final da Champions League 2021/2022 ainda não terminou. Ao menos fora das quatro linhas, a confusão que precedeu a partida entre Real Madrid e Liverpool, no último sábado, não sai da mente dos fãs de futebol. Pois as autoridades francesas, nesta segunda-feira (30), denunciaram uma 'fraude massiva em nível industrial'.

Final Champions League Liga Campeões Real Madrid Liverpool Confusão Torcida
Houve confusão em volta do Stade de France / THOMAS COEX/GettyImages

Poucos minutos antes de a bola rolar no Stade de France, torcedores sem ingresso burlaram a barreira de segurança, pularam grades e acessaram o palco da decisão. Enquanto isso, imagens davam conta de uma multidão, com tickets (válidos?) em mãos, nos arredores e entrando em confronto com a polícia, que chegou a se utilizar de spray de pimenta para conter o avanço das pessoas.

"À medida que o pontapé inicial se aproximava, os arredores (para entrar no Stade de France) do lado das arquibancadas reservadas ao Liverpool foram bloqueados por milhares de espectadores que compraram ingressos falsos que não estavam funcionando. Isso criou um acúmulo de espectadores tentando entrar no estádio e, como resultado, o pontapé inicial teve que ser atrasado 35 minutos para permitir que um máximo de espectadores com ingressos válidos entrassem no estádio."

Gérald Darmanin, ministro do Interior

Darmanin foi além e informou que cerca de 40 mil ingleses estavam em Paris sem ingresso ou com bilhetes falsos. "Confirmou-se uma fraude massiva, industrial e organizada de bilhetes falsos que foi a principal causa do atraso do jogo", garantiu. No total, 105 pessoas foram detidas e 39 colocadas sob custódia policial.

facebooktwitterreddit