Transferências

Goiás se revolta e notifica Galo por suposta irregularidade em negociação

Fabio Utz
Volante foi comprado pelo Spezia, mas caso revolta Esmeraldino
Volante foi comprado pelo Spezia, mas caso revolta Esmeraldino / Gabriele Maltinti/Getty Images
facebooktwitterreddit

O Spezia, da Itália, anunciou a compra em definitivo do volante Léo Sena, que estava emprestado pelo Atlético-MG desde 2020. No entanto, o Goiás, terceiro interessado na negociação, não concordou com os termos e notificou o rival brasileiro extrajudicialmente.

O que aconteceu? O Galo informou, via nota oficial, que receberá 1,25 milhão de euros pela venda de 90% dos direitos, incluindo aí os 20% que pertencem (ou pertenciam) ao Esmeraldino - ou seja, a equipe alvinegra ainda ficaria com 10% de uma futura venda. Na cotação atual, a transferência renderia R$ 1,8 milhão à equipe do Centro-Oeste e R$ 6,3 milhões ao Atlético.

O Goiás, embora reitere que não seja contra a venda, informa que precisaria ser informado e dar a anuência para o negócio, o que não aconteceu. Agora, exige que o Spezia formalize que sua parte de Léo Sena (20%) se mantém intacta, ou seja, segue com o Alviverde. Onde será que isso vai parar? As informações foram divulgadas pelo repórter Renan Moura, da Rádio CBN.

Para mais notícias do Atlético Mineiro, clique aqui.

Para mais notícias do Goiás, clique aqui.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique aqui.

facebooktwitterreddit