Futebol brasileiro

Gestão do Atlético-MG anuncia adesão à lei da SAF, mas definição ainda depende de parecer do Conselho Deliberativo

Fabio Utz
Clube já trabalha na abertura para investidores
Clube já trabalha na abertura para investidores / Ricardo Moreira/GettyImages
facebooktwitterreddit

O Atlético-MG anunciou, nesta quinta-feira, sua adesão à Lei 14.193/21, para transformar o Galo em SAF - Sociedade Anônima do Futebol. A decisão foi tomada pelo órgão colegiado do clube e será submetida ao Conselho Deliberativo no mês de novembro.

Inicialmente, as cotas pertencerão, em sua totalidade (100%), à instituição. No entanto, a medida visa preparar o Alvinegro para eventual entrada de investidores, já que o processo de troca de informações com os mesmos está em andamento. Foi feito o esclarecimento, porém, de que eventual entrada de investidor e alienação de parte das cotas só ocorrerão se - e quando - aprovadas pelo Conselho, em nova votação.

O órgão colegiado do Atlético-MG é formado pelo presidente-executivo do clube, Sérgio Coelho, além do vice-presidente José Murilo Procópio e os chamados 4 R's - Ricardo Guimarães, Renato Salvador, Rafael Menin e Rubens Menin. Esses últimos são empresários e atuam como mecenas da instituição através do repasse constante de verbas para ajudar na gestão da instituição.

Para mais notícias do Atlético-MG, clique aqui.

facebooktwitterreddit