Flamengo

Vaiado, Gabigol minimiza rusga com a torcida do Flamengo: 'A gente briga, mas ama'

Nathália Almeida
Gabi não fez um bom jogo contra o Resende
Gabi não fez um bom jogo contra o Resende / Buda Mendes/GettyImages
facebooktwitterreddit

Maior ídolo contemporâneo da torcida do Flamengo, Gabriel Barbosa não teve, neste domingo (27), um de seus dias mais inspirados como atleta rubro-negro. Mesmo tendo ido às redes no empate por 2 a 2 contra o Resende, no Nilton Santos, o centroavante foi um dos piores em campo pelo lado do Mais Querido, atuação que rendeu críticas e até "chumbo trocado" durante o jogo.

Ainda durante o primeiro tempo do confronto, a exigente torcida rubro-negra, diante do placar adverso de 1 a 0, começou a vaiar individualmente diversos jogadores da equipe da Gávea. Como flagrou a câmera do TNT Sports, Gabi foi um dos alvos da fúria dos torcedores presentes no Nilton Santos, mas não gostou nada da marcação cerrada das arquibancadas: gesticulou de forma dura e externou sua insatisfação com a postura dos fãs, que logo em seguida xingaram o camisa 9.

Em entrevista concedida após o encerramento da partida, o centroavante minimizou o ocorrido e tratou como algo comum de "relacionamento".

"Foi uma DR [risos]. Tem problema não. É igual nossa mulher: a gente briga, briga, briga, mas ama"

Gabigol, sobre 'treta' com a torcida

O empate em 2 a 2 levou o Flamengo aos 20 pontos totais no Campeonato Carioca, campanha que lhe rende a vice-liderança de momento, atrás apenas do rival Fluminense. A equipe de Paulo Sousa volta a campo no próximo domingo (6), quando encara o Vasco da Gama.

facebooktwitterreddit