Futebol brasileiro

Fundo dos Emirados Árabes vence concorrência e será principal investidor da Libra

Lucas Humberto
Mubadala Capital, dos Emirados Árabes Unidos, será investidor da Libra
Mubadala Capital, dos Emirados Árabes Unidos, será investidor da Libra / Alexandre Schneider/GettyImages
facebooktwitterreddit

A Libra, uma das duas ligas recém-criadas do futebol brasileiro, aprovou em assembleia realizada nesta segunda-feira, 7, a assinatura de um contrato de exclusividade para vender 20% do seu capital ao Mubadala Capital, um fundo soberano de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos. Haviam três outros fundos internacionais na disputa pela fatia.

Pelo negócio, Mubadala vai pagar R$ 4.750 bilhões. As 14 equipes que integram a Liga - Grêmio, Botafogo, Flamengo, Vasco, Cruzeiro, Corinthians, Palmeiras, Santos, São Paulo, Red Bull Bragantino, Guarani, Ponte Preta, Novorizontino e Ituano- vão receber diferentes valores pela transação. Libra e fundo ainda não se posicionaram oficialmente sobre o negócio.

Sabe-se, porém, que a divisão das cifras irá privilegiar os clubes de maneiras distintas. Ao Guarani, por exemplo, será pago R$ 60 milhões. Ao Botafogo, R$ R$ 160 milhões. Corinthians e Flamengo recebem fatias maiores: o Timão irá embolsar R$ 300 milhões, enquanto o Rubro-Negro ainda mais. Metade do montante será pago na assinatura do contrato e o restante em duas parcelas.

facebooktwitterreddit