FPF apoia clubes de SP contra a volta 'espaçada' do público aos estádios; veja nota

FBL-LIBERTADORES-SANTOS-OLIMPIA
FPF apoia clubes de SP na luta para que todos os times só consigam vender ingressos para o Brasileirão ao mesmo tempo. | AMANDA PEROBELLI/Getty Images

O Ministério da Saúde aprovou ontem (22) o protocolo sanitário apresentado pela CBF para volta do público aos estádios brasileiros, com 30% da capacidade. Com essa decisão, os clubes aumentaram os trabalhos em prol do assunto, mas ainda há divergências e um grande elefante na sala: os cartolas querem que todos recebam o “ok” ao mesmo tempo para a venda dos ingressos.  

Porém, o Rio de Janeiro está adiantado no tema: a Prefeitura Carioca pretende liberar o retorno do público aos estádios já no início do próximo mês,  para o duelo entre Flamengo e Athletico Paranaense, marcado para o dia 4 de outubro, no Maracanã, pela 13ª rodada do Brasileirão, e isso tem gerado discussões com clubes de outros estados, sobretudo com os paulistas.

Patrick De Paula
Clubes de São Paulo ganham apoio da Federação Paulista na luta pelo retorno conjunto do público aos estádios. | Alexandre Schneider/Getty Images

Aliada, a Federação Paulista de Futebol também entrou no debate e deu seu apoio aos times de São Paulo. Em nota, como destaca o UOL Esporte, a FPF segue a mesma linha dos clubes e diz ser favorável ao retorno conjunto do público aos estádios. Além disso, a entidade também reforça que o principal objetivo deve ser garantir a segurança sanitária contra o novo coronavírus.

Veja abaixo a nota da FPF na íntegra

“A respeito do retorno de torcedores nos estádios, a Federação Paulista de Futebol vem a público manifestar sua posição:

1- Desde o início da pandemia, a FPF e os clubes de São Paulo sempre agiram priorizando a saúde da população e de todos os profissionais envolvidos na realização das partidas;

2- A retomada de todas competições organizadas pela FPF foi construída em conjunto pela área médica dos clubes, da FPF e pelo Centro de Contingência do Governo do Estado de São Paulo, seguindo rigorosos protocolos de saúde;

3- A FPF entende que o retorno do público aos jogos deve seguir o mesmo processo e depende do aval das autoridades públicas estaduais e municipais, conforme diz o Ministério da Saúde;

4- Quando houver essa autorização, a FPF defende que, por uma questão de equilíbrio técnico e isonomia, somente seja permitido público nos estádios caso haja uniformidade de decisões por parte dos Estados que tenham equipes envolvidas na competição;

5- A FPF reafirma que prioriza a saúde pública antes de qualquer outro assunto e, assim, nenhuma competição em andamento organizada por esta entidade terá público nos estádios;”

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.