Fortaleza promove campanha contra o racismo: “A cada 100 vítimas de homicídio no Brasil, 75 são negras”

Dec 3, 2020, 2:07 PM GMT-3
Fortaleza promove ação “Alvos do Racismo”.
Fortaleza promove ação “Alvos do Racismo”. | CAIO ROCHA/FramePhoto/Gazeta Press
facebooktwitterreddit

Os atletas negros do Fortaleza entraram com uma camisa diferente e com um alvo nas costas na partida contra o Corinthians, na Arena Castelão, na noite da última quarta-feira (2), pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em suas redes sociais, o Tricolor informou que a ação fez parte de uma campanha contra o racismo promovida pelo clube.  

“Os atletas negros do nosso elenco entraram com uma camisa que representa como os negros se sentem todos os dias: com um alvo nas costas. A cada 100 vítimas de homicídio no Brasil, 75 são negras", publicou o Leão do Pici, em suas redes sociais, chamando atenção ainda para seu abaixo-assinado que cobra a revisão da Lei do Esporte, que “não pune injúria racial como crime de racismo, quando vinda dos torcedores”.

Na mesma postagem, o Fortaleza explicou o motivo da campanha: “A ação acontece para apoiar todos os atletas negros que já sofreram ataques racistas dentro e fora do campo e também para protestar por uma revisão de lei do esporte, que não pune a injúria racial como crime de racismo, quando vinda de torcedores”, completou.   

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.

facebooktwitterreddit