Foi justa? Expulsão de Gabigol contra o Bahia gera debate nas redes sociais

Nathália Almeida
2020 Brasileirao Series A: Flamengo v Santos Play Behind Closed Doors Amidst the Coronavirus
2020 Brasileirao Series A: Flamengo v Santos Play Behind Closed Doors Amidst the Coronavirus / Wagner Meier/Getty Images
facebooktwitterreddit

Aconteceu de tudo um pouco nos primeiros 15 minutos de jogo entre Flamengo e Bahia, duelo programado para a noite deste domingo (20). Logo aos 5', Bruno Henrique colocou o atual campeão brasileiro na frente do placar com um verdadeiro golaço mas, quatro minutos depois, o Rubro-Negro seria baqueado pela perda de um de seus principais jogadores: Gabriel Barbosa.

Aos 9' do primeiro tempo, o árbitro responsável por conduzir a partida no Maracanã, Flávio Rodrigues de Souza (SP), expulsou o camisa 9 do Flamengo. O motivo do cartão vermelho teria sido uma ofensa verbal de Gabriel direcionada ao juiz, alegação que o atleta negou veementemente. A expulsão deu início a uma confusão de grandes proporções, com a partida sendo reiniciada somente cinco minutos depois do lance.

Como não poderia ser diferente, a repercussão nas redes sociais foi imediata, com muita reclamação de torcedores rubro-negros e até rivais do Flamengo vendo a aplicação do cartão vermelho como controversa/exagerada.

Uma informação curiosa a respeito do episódio é que esta não foi a primeira vez que o árbitro envolvido expulsou um jogador nessas circunstâncias: em 2019, também em um Flamengo x Bahia, Flávio Rodrigues de Souza expulsou o centroavante Fernandão por ofensas verbais de mesmo teor.

Apesar da perda de seu artilheiro, o Flamengo não esmoreceu e saiu para o intervalo com vantagem de 2 a 0 no marcador: aos 33', Mauricio Isla anotou o seu primeiro gol com a camisa rubro-negra, após assistência de Bruno Henrique, o destaque da primeira etapa.

facebooktwitterreddit