Fluminense

Fluminense já tem planos para reinvestir dinheiro que seria utilizado com Daniel Alves

Fabio Utz
Atleta recusou salário de R$ 700 mil mais bônus
Atleta recusou salário de R$ 700 mil mais bônus / Abbie Parr/Getty Images
facebooktwitterreddit

O objetivo de contratar Daniel Alves não foi atingido. No entanto, segundo o GE, o dinheiro que seria utilizado pelo Fluminense para pagar o lateral-direito servirá para investir no elenco de jogadores para 2022.

O Tricolor ofereceu um salário mensal de R$ 700 mil, mais bônus, e seria pago com o caixa do próprio clube - ou seja, sem ajuda de investidor algum. Essa possibilidade surgiu depois que Nenê deixou as Laranjeiras rumo ao Vasco da Gama - ele recebia cerca de R$ 300 mil - e com a projeção da saída de outros nomes do elenco ao término da temporada.

No momento, seis jogadores estão com contratos se encerrando: Hudson, Egídio, Wellington, Bobadilla, Abel Hernández e João Lopes. A tendência é de que a maioria vá embora. Também não se descarta um acerto para que nomes com vínculos mais longos e que não deram o resultado esperado também sejam negociados. Com isso, abre-se uma brecha ainda maior. Caso o clube garante classificação à Libertadores, por exemplo, há um outro 'upgrade' natural em função dos valores de premiação que naturalmente entrarão nos cofres.

E então, torcedor, que jogador você gostaria de ver vestindo a camisa do Fluzão no ano que vem? Só não vale dizer Daniel Alves...

Para mais notícias do Fluminense, clique aqui.

facebooktwitterreddit