Transferências

Flamengo perde força, e Renato Augusto fica próximo de acerto com 'rival' brasileiro

Nathália Almeida
Renato Augusto pode estar retornando ao futebol brasileiro
Renato Augusto pode estar retornando ao futebol brasileiro / Fred Lee/Getty Images
facebooktwitterreddit

Em virtude das novas regras e legislações vigentes no futebol chinês, não são poucos os clubes deste mercado tendo que abrir mão de seus principais 'ativos' para se readequar à nova realidade. Com isso, vários são os jogadores brasileiros migrando de imprescindíveis a negociáveis na China, gerando diversas "oportunidades de mercado" para clubes da nossa Série A.

Uma dessas oportunidades de mercado envolve o experiente Renato Augusto. Em "litígio" com o Beijing Guoan - clube que lhe deve cerca de cinco meses de salários -, o meia de 33 anos busca uma rescisão de contrato junto à FIFA, movimento que, se confirmado pela entidade máxima do futebol mundial, abrirá caminhos para que o atleta acerte seu retorno ao Brasil.

Renato Augusto
Renato Augusto voltando ao Brasil? É provável... / Simon Holmes/Getty Images

No entanto, ao contrário do que muitos torcedores do Flamengo imaginavam, neste momento o clube da Gávea não é o favorito a fechar com Renato Augusto. De acordo com a apuração do globoesporte.com, o meio-campista está próximo de selar seu retorno ao Corinthians, com as tratativas entre as partes tendo avançado consideravelmente nos últimos dias. O jogador esteve em São Paulo recentemente e já iniciou a busca por um novo apartamento na capital.

Sem entrar em campo oficialmente desde dezembro de 2020, Renato Augusto é cria do Flamengo e seu nome chegou a estar fortemente ligado ao atual bicampeão da Série A, que busca uma reposição para o setor de meio-campo desde a saída de Gerson. Contudo, diante das recentes movimentações, o mais provável é que vejamos o meia vestindo a camisa alvinegra, com a qual sagrou-se campeão brasileiro em 2015.

Felipe, Ralf, Renato Augusto
Renato Augusto foi campeão brasileiro pelo Corinthians, em 2015 / Friedemann Vogel/Getty Images
facebooktwitterreddit