Flamengo

Flamengo e Arrascaeta: como estão as conversas pela renovação do camisa 14?

Antonio Mota
Flamengo e Arrascaeta conversam por uma renovação; demora em ‘ok’ incomoda a todos os envolvidos.
Flamengo e Arrascaeta conversam por uma renovação; demora em ‘ok’ incomoda a todos os envolvidos. / Wagner Meier/Getty Images
facebooktwitterreddit

O Flamengo e Giorgian De Arrascaeta continuam costurando um acordo por uma renovação contratual. Conforme o Extra, o Rubro-Negro Carioca apresentou uma proposta de valorização salarial ao camisa 14 e agradou tanto o meio-campista quanto o seu empresário, Daniel Fonseca. O clube deseja pagar 40% a mais ao uruguaio do que paga na atualidade.

Apesar do percentual agradar os envolvidos, há um imbróglio nas conversas: o representante de Arrascaeta, em contraproposta, solicita que o Fla compre os 25% dos direitos econômicos do atleta que pertencem ao Defensor, do Uruguai, de forma parcelada. Com isso, além do aumento salarial, o meio-campista assinaria um vínculo até 2026.

Giorgian De Arrascaeta Flamengo Renovação
Fla e Arrascaeta conversas por renovação até 2026. / Wagner Meier/Getty Images

Segundo a fonte citada, Daniel Fonseca apresentou essa contraoferta ao Flamengo, contando com o ‘ok’ do camisa 14, por entender que todos os envolvidos na tratativa devam ser beneficiados com a renovação. O agente enxerga que os esforços feitos por todos para que o meio-campista deixasse o Cruzeiro em 2019 e que o desempenho do atleta no clube justifiquem essa ideia.  

O Flamengo, por sua vez, vê uma boa postura em Arrascaeta e em seu empresário durante essas negociações, mas informou que não tem condições de adquirir o percentual neste momento – nem de se comprometer com tal valor no futuro. O agente, que vai lucrar com a negociação, está disposto a aceitar que o Fla pague os 5 milhões de euros (mais de R$ 30 milhões) em até quatro anos.  

O Flamengo e Daniel Fonseca estão tentando tirar Arrascaeta do meio destas conversas – todos os lados querem ver o jogador satisfeito. O clube e o agente entendem que o meio-campista deve focar no campo e bola, o que não tem sido tão fácil diante da relação de “pai para filho” entre o empresário e o jogador.

De todo modo, apesar de toda a cordialidade e do clima amistoso entre os envolvidos, a falta de paciência tem tomado conta das tratativas. A expectativa agora é que o camisa 14 retorne da Seleção Uruguaia com tudo resolvido. Há chances que o acordo sai nos próximos dias.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.

facebooktwitterreddit