Esports

FIFA e EA Sports próximas de encerrar parceria de exclusividade após três décadas

Daniel Farias
FIFA 22 tem o craque Mbappé na capa e pode ser o último com esse título
FIFA 22 tem o craque Mbappé na capa e pode ser o último com esse título / Divulgação: EA Sports
facebooktwitterreddit

A FIFA divulgou recentemente um comunicado no qual anuncia seus planos de encerrar uma parceria de exclusividade de três décadas com a EA Sports, em um movimento que tem estado no centro das atenções do mundo do futebol virtual.

"A FIFA adotará um novo posicionamento comercial em jogos e eSports para garantir que esteja em melhor posição para tomar decisões que beneficiem todos os interessados ​​no futebol. A FIFA está otimista e animada com o futuro em jogos e eSports para futebol, e é claro que isso precisa ser um espaço ocupado por mais de uma parte controlando todos os direitos", anunciou a entidade máxima do futebol.

A Eletronic Arts Sports há muito tempo domina o cenário do futebol virtual com sua franquia FIFA, em parceria que dura desde 1993. Competidores como o eFootball, anteriormente conhecido como Pro Evolution Soccer, parecem estar muito atrás do FIFA, que é considerado pela maioria dos fãs como o melhor jogo de futebol virtual. Especialmente com o FIFA Ultimate Team, que é o seu principal modo de jogo.

Os fãs não têm certeza do que o futuro reserva agora para a EA Sports. Ultimate Team é, sem dúvida, um dos maiores impulsionadores de receita da empresa. Outros títulos também apresentam o mesmo modo que o FIFA ajudou a popularizar.

Os fãs especulam que o jogo será chamado de algo parecido com EA Sports FC ou EA Sports Soccer, mas ainda não há confirmação nesse sentido.

"O resultado vai garantir que a FIFA tenha uma gama de parcerias adequadas com recursos especializados para moldar ativamente as melhores experiências e ofertas possíveis para torcedores e consumidores", completou a federação responsável por organizar o esporte mais popular do mundo.

facebooktwitterreddit