Santos FC

Fábio Carille revela motivos para pedir demissão do Santos

Matheus Nunes
Treinador deixou o cargo em fevereiro deste ano
Treinador deixou o cargo em fevereiro deste ano / Wagner Meier/GettyImages
facebooktwitterreddit

Nesta quinta-feira (24), Fábio Carille participou do Flow Podcast, no YouTube, e falou sobre sua saída do Santos. O treinador revelou alguns motivos que fizeram ele pedir demissão do comando do Peixe, em fevereiro deste ano.

Sem time desde sua saída da equipe paulista, o técnico disse que não concordava com algumas coisas que aconteciam internamente no clube, e deixou claro que a decisão de deixar o cargo partiu dele.

"Eu não sei se o Santos me mandaria embora, fui eu que fiz a primeira ligação ao presidente, falando que não concordava com algumas coisas. Era para eu ter tomado essa decisão antes, mas por conta do ambiente, de algumas pessoas em volta, isso foi dando força. Vencemos o Corinthians na Arena, e tive esperança que melhoraria. Lugar bom para trabalhar, maravilhoso. Pessoas dentro do CT, maravilhosas. Não tomei essa decisão antes por conta do ambiente bom que tínhamos", disse Carille.

A ausência de reforços também foi um dos pontos que o motivaram a largar o comando da equipe. "O problema foi: sabíamos das dificuldades, que precisávamos contratar. O Santos não tinha essa de 'ser campeão esse ano', o Rueda é um cara muito honesto, queria equilibrar as contas para disputar títulos em 2023. Teve uma reunião para trazer quatro, cinco jogadores dentro do que o Santos poderia pagar. Não pedi Hulk, Renato Augusto… Foi dentro do padrão, jogadores da minha confiança".

Carille também fez uma avaliação do seu trabalho no time da Vila Belmiro. Em 2021, ele classificou o time para a Sul-americana. "Falaram que eu não daria certo pela filosofia do time… Peguei um time desacreditado, que todo mundo falava que ia cair. Nós terminamos em 10º, classificados para Sula, na frente de times como São Paulo e Internacional, que tinham um conjunto melhor. Foi muito acima das expectativas".

O treinador está aberto a propostas, e revelou que recebe sondagens diariamente. Quando for de forma oficial, ele tomará as melhores decisões.

facebooktwitterreddit