Futebol brasileiro

Fã de Miranda e papo com Ceni: as principais frases de Andrés Colorado na apresentação ao São Paulo

Matheus Nunes
Colombiano foi revelado no Deportivo Cali
Colombiano foi revelado no Deportivo Cali / RAUL ARBOLEDA/GettyImages
facebooktwitterreddit

O São Paulo apresentou nesta sexta-feira (25), o volante colombiano Andrés Colorado, de 23 anos. O jogador vem do Cortuluá, da Colômbia, e assinou empréstimo com o tricolor até o fim da temporada, com uma opção de compra de US$ 1,6 milhão.

"Os torcedores podem esperar muita entrega, compromisso e amor pela camisa."

Andrés Colorad, novo reforço tricolor

"Sou um jogador que gosta de chegar na área e marcar gols. Sempre gosto de apoiar o ataque. Na defesa, gosto de acompanhar os meus companheiros e ajudar no que puder. Com minha estatura, posso ajudar muito nas bolas aéreas, algo que queria o 'profe' também", declarou ele na entrevista coletiva realizada no CT da Barra Funda.

Pronto para a estreia

"Desde o primeiro dia estava preparado para estrear quando precisasse. Não estava inscrito para o jogo da Copa do Brasil, mas para segunda (jogo contra o Água Santa, pelo Paulistão) estou à disposição do professor", acrescentou o colombiano, que foi o sexto jogador contratado nesta temporada.

Além dele, o tricolor acertou com o goleiro Jandrei, o lateral-direito Rafinha, os meio-campistas Nikão e Patrick e o atacante Alisson e todos já vestiram a camisa são-paulina.

"Jogava com Miranda no PlayStation"

O volante falou sobre seus primeiros dias no CT, quando foi recepcionado pelos seus novos companheiros de time, inclusive tinha familiaridade com um dos líderes do elenco, alguém que até então ele só conhecia pelo videogame.

"Um dos companheiros que seguia desde que estava na Colômbia era Miranda.
Recordo que há tempo jogava com ele no Playstation. Para mim é uma honra compartilhar o vestiário e falar com ele desde o primeiro dia", disse o colombiano, que usará a camisa 20.

Convite de Rogério Ceni

"Tivemos uma conversa, ele disse que queria contar comigo pelas minhas características e pelo que demonstrei na Colômbia. Graças a Deus foi tudo rápido. Pude falar com o professor e alguns companheiros, agradeci pela intenção de me indicar e fiquei contente por chegar nessa grande instituição", completou ele, mostrando que o contato prévio com o ex-goleiro e atual treinador foi fundamental para o desfecho da transação.

facebooktwitterreddit