Ex-Cruzeiro, técnico da Coreia do Sul critica dirigentes brasileiros e recorda passagem pela Raposa

Antonio Mota
Ex-Cruzeiro, Paulo Bento fala sobre “onda” dos treinadores portugueses no Brasil e comenta sobre experiência na Raposa.
Ex-Cruzeiro, Paulo Bento fala sobre “onda” dos treinadores portugueses no Brasil e comenta sobre experiência na Raposa. / Mohamed Farag/GettyImages
facebooktwitterreddit

Velho conhecido da torcida do Cruzeiro, o técnico Paulo Bento, hoje na Coreia do Sul, comentou neste domingo (4) sobre a “invasão” dos treinadores portugueses nos times do Brasil. Sem papas na língua, o luso de 53 anos declarou que falta convicção aos dirigentes das equipes do país. O técnico também respondeu sobre sua breve experiência na Raposa.

“Creio que isso tem a ver, mais do que a questão da nacionalidade, que não creio que seja importante, é a pessoa saber quem quer, o que quer, por que quer? Se é português, italiano, brasileiro, não interessa. Têm que saber a competência de quem vai ocupar o cargo”, disse Paulo Bento, emendando:

"Não é porque um treinador português teve sucesso que se deve procurar outro. Não é esse o caminho. Claro que os treinadores portugueses são competentes e sabem o que querem. E quem contrata sabe? Creio que não sabem."

concluiu.
Paulo Bento, técnico da Coreia do Sul
Paulo Bento “alfinetou” dirigentes de equipes do Brasil. / Mohamed Farag/GettyImages

Ainda na entrevista, o treinador da Coreia do Sul, adversária da Seleção Brasileira nas oitavas de final da Copa do Mundo do Catar, ainda foi questionado sobre a sua experiência no Cruzeiro. Paulo Bento comandou a Raposa há poucos anos, em 2016, mas não emplacou e deixou o clube após apenas três meses.

“Não posso falar muita coisa de uma experiência que durou pouco mais de dois meses. O que ficou foi o carinho pelas pessoas com quem convivi e trabalhei lá. Mas esportivamente foi um trabalho muito curto”, comentou, sem entrar em maiores detalhes.

Brasil e Coreia do Sul vão medir forças no Estádio 974, em Doha, na tarde desta segunda-feira (5), pelas oitavas de final da Copa do Mundo. As equipes disputarão uma vaga nas quartas de final.

facebooktwitterreddit