Futebol brasileiro

Etapa inicial do Choque-Rei é marcada por polêmicas de arbitragem; torcidas protestam

Nathália Almeida
Calleri se envolveu em lance polêmico na primeira etapa
Calleri se envolveu em lance polêmico na primeira etapa / Alexandre Schneider/GettyImages
facebooktwitterreddit

Clássico sem polêmica de arbitragem existe? As chances de respondermos "sim" para esta pergunta já são remotas, mais ainda quando estamos falando em clássico decisivo. Na noite desta quarta-feira (30), São Paulo e Palmeiras duelam no Morumbi pelo jogo de ida da grande final do Campeonato Paulista, e durante a primeira etapa, os torcedores das duas equipes encontraram motivos para reclamar do apito no Choque-Rei.

Aos 33' da etapa inicial, Éder avançou em jogada individual pelo lado esquerdo do ataque tricolor, cruzando com perigo para dentro da grande área alviverde. Calleri, que tentava se desvencilhar da marcação na jogada, foi ao solo e reclamou de falta. O lance gerou enorme reclamação dos atletas em campo e também dos são-paulinos nas redes sociais. Confira a reação:

Já nos acréscimos da etapa inicial, no entanto, viria o lance que geraria frustração na torcida do Palmeiras: uma penalidade controversa marcada em favor do São Paulo, convertida por Calleri. O árbitro Douglas Marques das Flores interpretou como toque de mão intencional de Marcos Rocha, ainda que o experiente lateral estivesse com o braço recolhido na jogada.

Até o fechamento deste artigo, o placar apontava 1 a 0 para o São Paulo sobre o Palmeiras, no Morumbi.

facebooktwitterreddit