Vinícius Júnior

Empresário diz na TV espanhola que Vinícius Júnior deve 'deixar de fazer macaquice'

Lucas Humberto
Agente esportivo utilizou suas redes sociais horas depois do comentário para se desculpar
Agente esportivo utilizou suas redes sociais horas depois do comentário para se desculpar / Angel Martinez/GettyImages
facebooktwitterreddit

Um agente esportivo afirmou durante participação no programa El Chiringuito, da Espanha, que Vinícius Júnior deveria "deixar de fazer macaquice". "Você tem que respeitar o rival. Se quer dançar, que vá ao sambódromo no Brasil", completou Pedro Bravo, empresário e presidente da Associação Espanhola de Empresários de Jogadores.

"Aqui o que você tem que fazer é respeitar os companheiros de profissão e deixar de fazer macaquice."

Pedro Bravo sobre Vinícius Júnior

Algumas horas depois, o agente utilizou suas redes sociais para pedir desculpas: "Quero esclarecer que a expressão "fazer macaquice" que utilizei mal ao qualificar a dança do Vinicius na comemoração dos gols foi de maneira metafórica ("fazer idiotices"). Como minha intenção não foi de ofender ninguém, peço sinceramente desculpas. Sinto muito!".

Celebrações estampam páginas de noticiários

As comemorações de Vinícius Júnior estiveram no centro de outra polêmica. Nesta quinta-feira, 15, o meia Koke, do Atlético de Madrid, disse que haverá confusão se o ponta do Real Madrid celebrar um gol com suas tradicionais dancinhas. "Haveria confusão, com certeza. É normal", destacou o experiente espanhol.

Líder de LaLiga, os merengues vão até o Wanda Metropolitano neste domingo, 18 de setembro, para enfrentar os colchoneros, que ocupam a sétima colocação do Espanhol. A partida acontece às 16h (de Brasília). A equipe de Carlo Ancelotti vem embalada pela boa vitória sobre o RB Leipzig, por 2 a 0, válida pela Champions League.

#BailaViniJr: destaque do Real Madrid recebeu apoio

Após o ataque racista do agente e a declaração do capitão do Atlético de Madrid, Vinícius Júnior recebeu apoio de jogadores e outras personalidades do mundo da bola. “O futebol é alegria. É uma dança. É uma verdadeira festa. Apesar de que o racismo ainda exista, não permitiremos que isso nos impeça de continuar sorrindo. E nós continuaremos combatendo o racismo desta forma: lutando pelo nosso direito de sermos felizes”, publicou a conta oficial de Pelé.

facebooktwitterreddit