Brasileiro Série B

Empate em 1992, derrota em 2005: relembre como foram as estreias do Grêmio em Série B de Brasileirão

Fabio Utz
Tricolor começa caminhada em 2022 contra a Ponte Preta neste sábado
Tricolor começa caminhada em 2022 contra a Ponte Preta neste sábado / Pedro Vilela/GettyImages
facebooktwitterreddit

Agora, é cair na realidade. Neste sábado, pela terceira vez em sua história, o Grêmio começará uma disputa de Série B do Campeonato Brasileiro. Assim como nas estreias de 1992 e 2005, jogará fora de casa - o adversário é a Ponte Preta, a partir das 16h30min, no Moisés Lucarelli. Se nas oportunidades anteriores acabou empatando ou perdendo, agora o objetivo é iniciar com o pé direito. Relembre, então, como foram os duelos contra Operário-MS e Gama-DF, que, querendo ou não, ficaram marcados.

1. Operário-MS 2 x 2 Grêmio (1992)

A estreia do Grêmio na Série B de 1992 ocorreu no dia 9 de fevereiro, diante do Operário, no estádio Morenão, em Campo Grande-MS. A partida foi válida pela primeira rodada do Grupo D e terminou empatada em 2 a 2. O Tricolor abriu vantagem com dois gols de Sinval no primeiro tempo, mas Biro-Biro, ainda antes do intervalo, e Índio, no segundo tempo, deixaram tudo igual para a equipe do  Centro-Oeste brasileiro.

Escalação do Grêmio: Emerson; Chiquinho, Grotto, Vilson e Lina; Jandir, Pino (Alexandre), Juninho (Assis) e Caio; Alcindo e Sinval. Técnico: Valdir Espinosa.

2. Gama-DF 2 x 1 Grêmio (2005)

O estádio Bezerrão, no Distrito Federal, foi palco da estreia do Grêmio na Série B de 2005. No dia 23 de abril, o Tricolor perdeu de virada para o Gama. O gol de Anderson logo nos primeiros movimentos da partida não impediu a reação dos donos da casa, que foram as redes no segundo tempo com Maia e Victor para dar números finais ao duelo.

Escalação do Grêmio: Eduardo; Alessandro, Alessandro Lopes, Marcelo Oliveira e Marcinho (Saraiva); Marcus Vinícius, Nunes, Bruno e Márcio Oliveira (Dênis); Anderson (Samuel) e Somália. Técnico: Mano Menezes.

facebooktwitterreddit