Futebol Internacional

Em recuperação após uma parada cardíaca, Eriksen volta aos treinos

Vitor Beloti
Eriksen ainda mantém contrato com a Inter de Milão em meio a sua recuperação
Eriksen ainda mantém contrato com a Inter de Milão em meio a sua recuperação / JONATHAN NACKSTRAND/GettyImages
facebooktwitterreddit

A notícia mais chocante da Eurocopa 2020 foi, sem dúvidas, o ataque cardíaco que o dinamarquês Christian Eriksen sofreu na partida diante da Finlândia, pela fase de grupos da competição europeia. No entanto, o grande susto já passou e agora há boas notícias relacionadas ao jogador.

De acordo com as últimas informações do Odense Boldklub, que disputa a primeira divisão dinamarquesa, o jogador de 29 anos voltou a se exercitar em campo nas instalações da equipe. Como ainda está na fase inicial de recuperação, Eriksen decidiu não retornar à Inter de Milão e segue na Dinamarca, ao lado da família, e voltar aos treinos no gramado do clube onde deu os primeiros passos como atleta. Ele terminou a formação no Ajax, da Holanda, onde estreou profissionalmente.

Christian Eriksen
Christian Eriksen foi campeão italiano pela Inter de Milão na última temporada e ainda tem contrato com o clube / Nicolò Campo/GettyImages

Eriksen não entrava em campo desde a parada cardíaca que sofreu durante a Eurocopa, mas aos poucos consegue retornar aos gramados e há expectativa que volte a atuar nos principais gramados do futebol europeu em breve.

Em comunicado oficial feito pelo porta-voz do Odense Boldklub à Reuters, uma das maiores agências de notícias britânica, o clube informou que o foi procurado pelo próprio jogador. "Eriksen está treinando por conta própria agora. É natural para ele, visto que jogou aqui quando era mais novo e mora na esquina. Estamos muito felizes por poder oferecer instalações de treinamento para ele", descreveram.

Após se destacar na Holanda, onde marcou 32 gols em 163 jogos, o dinamarquês se transferiu para o Tottenham em 2013 e disputou a final da Champions League em 2019, mas não conseguiu conquistar o título que na ocasião ficou com o Liverpool. Ele foi negociado com a Inter de Milão em janeiro de 2020 por 27 milhões de euros.

facebooktwitterreddit