Em grande fase, Jô tem desempenho inicial melhor do que em 2017

Vitor Porto
Pedro Vilela/Getty Images
facebooktwitterreddit

"Quem sabe jogar nunca desaprende", uma das famosas frases do futebol, e duvidosas, está sendo confirmada por Jô no seu retorno ao Corinthians. O centroavante, alvo de inúmeras críticas quando contratado, tem mostrado bons números neste início de Brasileirão. Em uma maratona de sete jogos em três semanas, Jô balançou as redes quatro vezes.

Se comparado aos sete primeiros jogos de 2017, quando Jô foi artilheiro do Corinthians com 25 gols, o começo do atacante é melhor em 2020, mesmo três anos mais velho, ou "experiente".

Alexandre Schneider/Getty Images

Em 2017, ano mágico para o atacante, o começo não foi nem de perto tão promissor quanto neste ano - foram 7 jogos e apenas 2 gols, média de 0,28 por partida. Na ocasião, Jô ainda teve um pênalti desperdiçado contra o Santo André pelo Paulista. Naquele início de ano, chegou até mesmo ser reserva de Kazim, mas se recuperou e terminou o ano com 25 gols e o hepta brasileiro.

Talvez a equipe corintiana seja inferior ao plantel de 2017, mas Jô vem fazendo sua parte e já tem dois gols anotados pelo Brasileirão. O Corinthians volta a campo na próxima quarta-feira (26), quando recebe o Fortaleza em Itaquera, às 21h30.

facebooktwitterreddit