Futebol Internacional

Em final épica de duas viradas, Inter de Milão vence Juventus e conquista Copa da Itália

Nathália Almeida
Inter de Milão perdia a final até os 35' do segundo tempo, mas venceu na prorrogação
Inter de Milão perdia a final até os 35' do segundo tempo, mas venceu na prorrogação / Silvia Lore/GettyImages
facebooktwitterreddit

Na noite desta quarta-feira (11), o Estádio Olímpico de Roma foi palco de uma grande final de Copa da Itália, mata-mata mais importante do futebol local. Opondo duas das camisas mais tradicionais do país, Juventus e Inter de Milão, a decisão teve todos os ingredientes para ser épica: rivalidade, polêmica, gols em profusão, lances bonitos, viradas e emoção prologada por 120 minutos. Ao final da prorrogação, acabou prevalecendo o time que, hoje, é mais sólido e competitivo: o Nerazzurri.

Atual campeã da Serie A Italiana e ainda viva na disputa pelo bicampeonato consecutivo, a Inter saiu na frente do placar logo aos 6' da etapa inicial, através de um belíssimo gol de Nicolò Barella. Muito forte ofensivamente, a equipe de Simone Inzaghi teve outras chances de ampliar o marcador nos 45 minutos iniciais, mas desperdiçou e acabou sendo castigada por isso: na volta do intervalo, a Velha Senhora aumentou o volume e virou o marcador em dois ataques letais, com gols de Alex Sandro e Dusan Vlahovic.

Dusan Vlahovic
Vlahovic anotou o segundo gol da Juventus / Silvia Lore/GettyImages

Com 2 a 1 a favor no marcador, a Juventus optou por recuar e apostar nos contra-ataques para, quem sabe, marcar o terceiro e "matar" a final. Mas a postura extremamente defensiva do time de Max Allegri teve efeito negativo: chamando demais a Inter para seu campo, a Velha Senhora acabou sucumbindo à pressão e sofrendo o empate, em pênalti muito bem batido por Hakan Çalhanoğlu.

A igualdade alcançada aos 35' do segundo tempo colocou a Inter de Milão em vantagem emocional na decisão, com a equipe azul e preta assumindo o controle mental do confronto. A virada não veio no tempo regulamentar, mas aconteceu com naturalidade na prorrogação: dois gols de Ivan Perišić selaram a vitória interista por 4 a 2, definindo a 8ª conquista de Coppa Italia da história do clube.

Ivan Perisic
Perisic acabou sendo o herói da decisão da Copa da Itália / Francesco Pecoraro/GettyImages

O título erguido na capital italiana encerrou um jejum de dez temporadas que "assombrava" a Inter: a última vez que o time nerazzurri havia conquistado a Coppa havia sido em 2010/11, sob comando do brasileiro Leonardo.

facebooktwitterreddit