São Paulo

Em áudio vazado, Muricy revela que pedirá demissão do São Paulo ao lado de Ceni: "Muito sofrimento"

Vitor Beloti
Suposto áudio mostra Muricy frustrado com a atual situação do São Paulo.
Suposto áudio mostra Muricy frustrado com a atual situação do São Paulo. / Renato Spencer/GettyImages
facebooktwitterreddit

O São Paulo começou a temporada 2021 nas nuvens sob o comando técnico do argentino Hernán Crespo, conquistando o Campeonato Paulista depois de 9 anos em jejum de títulos, mas a felicidade do Tricolor Paulista não durou por muito tempo e a crise voltou a assombrar à equipe do Morumbi.

Na noite da última quinta-feira (9), o São Paulo foi derrotado pelo América-MG por 2 a 0 e terminou o Campeonato Brasileiro na 13ª posição com 48 pontos conquistados, a pior campanha da história do clube na era do Brasileirão por pontos corridos.

Gabriel Sara, Juninho
América-MG derrota o São Paulo por 2 a 0 pela última rodada do Brasileirão. / Alexandre Schneider/GettyImages

Logo após o desfecho melancólico de temporada do Soberano, passou a circular na internet um suposto áudio de Muricy Ramalho, no qual ele revela que pedirá demissão nos próximos dias caso não consiga um sinal verde do presidente Julio Casares para investir em novos jogadores para a temporada 2022.

"Eu e o Rogério vamos fazer a mesma pergunta para ele (presidente Júlio Casares) e vai ter uma negativa de investimento e eu não vou ficar mais. Porque é muito sofrimento, cara. Eu tenho uma história lá, você sabe. O Rogério Ceni também tem uma história. A gente ia ficar marcado que o time caiu pela primeira vez, cara. É muito risco, entendeu?"

Muricy, dirigente do São Paulo

Além disso, o atual dirigente informou que o técnico Rogério Ceni também irá escrever sua carta de demissão do clube, caso o presidente do Tricolor Paulista não abra os cofres no próximo ano: "A gente vai ter uma conversa amanhã ou depois, e como não vai ter o investimento, eu e o Rogério vamos sair. Para mim já deu, entendeu? Imagina a gente cair? Não vai dar nem para andar nos lugares, tenho vergonha. É meu time", comentou.

FBL-LIBERTADORES-SAOPAULO-DANUBIO
Muricy não pensa em permanecer no São Paulo em 2022. / NELSON ALMEIDA/GettyImages

No final do áudio, o ex-treinador voltou a confirmar que não permanecerá no clube e muito menos arriscar sua saúde em seu atual cargo após o término do Brasileirão: "Graças a Deus a gente saiu desse pesadelo, mas não vou arriscar mais a minha história, não, nem a minha saúde", relatou Muricy.

Até o momento, o clube não se pronunciou sobre o acontecido.

facebooktwitterreddit