Copa do Mundo 2022

Em áudio, lateral Byron Castillo faz revelações que podem prejudicar participação do Equador na Copa do Mundo

Matheus Nunes
O jogador atua no Club León, do México
O jogador atua no Club León, do México / Franklin Jacome/GettyImages
facebooktwitterreddit

O lateral-direito Byron Castillo, da Seleção do Equador, vem sendo assunto nos últimos dias devido a supostas informações de que ele, na verdade, teria outra idade e nacionalidade. Um áudio publicado pelo jornal inglês Daily Mail mostra o jogador revelando que nasceu na Colômbia, e que o ano do seu nascimento seria 1995, e não 1998, como consta no seu passaporte.

O caso vem sendo investigado pela Fifa, após a Federação do Chile denunciar a escalação irregular do atleta pela seleção equatoriana em oito partidas das eliminatórias Sul-Americanas. As revelações da gravação podem tirar o Equador da Copa do Mundo do Catar, mas o processo foi encerrado pela maior entidade do futebol. Os chilenos recorreram e aguardam o julgamento.

De acordo com o Daily Mail, que publicou o material, o áudio faz parte de uma entrevista conduzida em uma investigação da Federação Equatoriana de Futebol (FEF) em 2018. Além disso, o jornal divulgou um documento com o resultado do processo em questão, que atesta a nacionalidade colombiana do lateral.


A federação equatoriana alega que os documentos que mostram a nacionalidade colombiana de Castillo pertenciam de um irmão do jogador. Porém, na gravação, Byron diz que só tem uma irmã. O Equador terminou as eliminatórias na quarta colocação, com 26 pontos, garantindo participação no Mundial. O Chile, por sua vez, encerrou o torneio na sétima posição, com 19 pontos. O jogador esteve em campo nos dois jogos contra os chilenos. A Roja não venceu nenhum dos confrontos. Caso a Fifa aceite as acusações, o Chile poderia ficar com a vaga.

facebooktwitterreddit