Internacional

Vítima de injúria racial, Edenilson rouba a cena ao comemorar gol do Inter na Sul-Americana

Bia Palumbo
Edenilson abriu o placar no Estádio Beira-Rio
Edenilson abriu o placar no Estádio Beira-Rio / SILVIO AVILA/GettyImages
facebooktwitterreddit

Um confronto direto na luta para se classificar à próxima fase da Copa Sul-Americana agita Porto Alegre nesta terça-feira (17) entre Internacional e Independiente Medellín. O primeiro gol saiu logo aos 20 minutos de jogo, quando Edenílson entrou na área para concluir uma jogada de David. O meio-campista que foi vítima de um caso de injúria racial no último jogo do Colorado tirou a camisa e reforçou o protesto antirracista ao cerrar o punho em gesto usado para simbolizar a luta contra a opressão, com a ideia de força e resistência.

O Inter dominou o primeiro tempo, além do autor do gol, Mauricio e Wanderson também se destacaram. Enquanto isso o Independiente Medellín mal conseguia chegar ao campo adversário, e na única finalização certa o goleiro Daniel defendeu com tranquilidade.

O time de Mano Menezes precisa vencer para depender apenas de si e avançar às oitavas de final do torneio. Apenas o líder de cada chave garante a vaga e, neste momento, o principal adversário no embolado grupo E é o Guaireña (Paraguai), que mais tarde encara o 9 de Octubre (Equador).

facebooktwitterreddit