Drama celeste: Pyramids processa Cruzeiro na FIFA por transferência de Rodriguinho

Rodriguinho
Fluminense v Cruzeiro - Brasileirao Series A 2019 | Bruna Prado/Getty Images

As consequências dos anos de irresponsabilidade financeira e administrativa seguem tirando a paz do Cruzeiro em sua tentativa de reconstrução. Sancionado em 6 pontos antes da Série B começar e agora proibido de registrar novos jogadores - segunda punição sofrida pelo clube na FIFA -, a Raposa enfrenta mais um processo de caráter internacional, que pode gerar uma terceira sanção.

Como destaca o Globoesporte, o próprio departamento jurídico celeste confirmou que o clube foi acionado na FIFA por conta de uma dívida referente à contratação de Rodriguinho, em 2019. No processo, o Pyramids (EGI) reivindica a quantia de US$ 3 milhões, algo em torno de R$ 16 milhões na cotação atual.

Rodriguinho
Cruzeiro v Deportivo Lara - Copa CONMEBOL Libertadores 2019 | Pedro Vilela/Getty Images

O valor total da transação firmada entre as partes na temporada passada é de US$ 7 milhões (aproximadamente R$ 40 milhões), sendo que, até o momento, o Cruzeiro quitou somente uma pequena fatia deste montante: US$ 1 milhão. O processo movido pelo Pyramids exige justamente a segunda parcela da negociação, que já está em atraso, ao passo que a terceira parcela de US$ 3 milhões vence somente em janeiro de 2022.