Dois gols em 15 jogos: currículo de atacante contratado gera debate interno no Corinthians

Nov 7, 2020, 12:29 PM GMT-3
Jonathan Cafu
Arsenal FC v PFC Ludogorets Razgrad - UEFA Champions League | Catherine Ivill - AMA/Getty Images
facebooktwitterreddit

Se a chegada do zagueiro Jemerson (ex-Monaco) parece ter sido uma 'unanimidade' entre torcedores e dirigentes do Corinthians, o mesmo não se pode dizer da contratação do atacante Jonathan Cafu. Treinando no CT alvinegro há dias, o jogador de 29 anos ainda não assinou contrato, mas já acertou tempo de vínculo e bases salariais junto ao gigante paulista. O negócio, no entanto, gerou grande debate e resistência nos bastidores do clube.

De acordo com o jornalista Ricardo Perrone, do UOL Esportes, o atacante é visto com desconfiança nos bastidores alvinegros por conta de seu currículo irregular. Em seu último time, o Al-Hazm da Arábia Saudita, Jonathan Cafu anotou apenas dois gols em 15 partidas disputadas, números nada expressivos para um jogador de frente. Alguns membros do departamento de futebol entendem que o atleta não tem credenciais suficientes para resolver o problema do sistema ofensivo do Timão.

FBL-FRA-LIGUE1-BORDEAUX-MONACO
FBL-FRA-LIGUE1-BORDEAUX-MONACO | NICOLAS TUCAT/Getty Images

Jonathan Cafu é agenciado pela Casa Soccer, empresa ligada a Luisinho Piracicaba, agente que tem relação próxima com o clube paulista. Entre categorias de base e elenco profissional, onze são os jogadores ligados à Casa Soccer, influência que também gera debate entre torcedores. A chegada do atacante ao Parque São Jorge acontecerá sem custos, já que o atleta estava livre no mercado após rescindir com o Al-Hazm (onde atuava via empréstimo) e com o Bordeaux, clube que detinha seus direitos econômicos.

facebooktwitterreddit