Diretoria do Fluminense 'blinda' Odair e não cogita troca de comando por dois motivos

Nathália Almeida
2020 Brasileirao Series A:  Fluminense v Vasco Play Behind Closed Doors Amidst the Coronavirus
2020 Brasileirao Series A: Fluminense v Vasco Play Behind Closed Doors Amidst the Coronavirus / Buda Mendes/Getty Images
facebooktwitterreddit

Apesar da enorme pressão da torcida nas redes sociais e até mesmo de grupos políticos nos bastidores do clube, o Fluminense não fará mudanças em seu departamento de futebol após a vexatória eliminação na Copa do Brasil.

Principais alvos de protestos direcionados ao longo das últimas semanas, o presidente Mário Bittencourt e o diretor executivo de futebol Paulo Angioni se reuniram por longas horas com Odair Hellmann na última sexta-feira (26), mas o torcedor tricolor que esperava uma mudança de curso, se decepcionou: de acordo com a apuração do Globoesporte, a atitude da alta cúpula tricolor foi de blindagem ao treinador, reiterando confiança na sequência do trabalho.

2020 Brasileirao Series A:  Fluminense v  Atletico GO Play Behind Closed Doors Amidst the
2020 Brasileirao Series A: Fluminense v Atletico GO Play Behind Closed Doors Amidst the / Buda Mendes/Getty Images

A postura de Odair Hellmann em não reclamar publicamente sobre as dificuldades enfrentadas pelo clube nos bastidores, e de assumir responsabilidades pelos maus resultados, é bastante valorizada pela alta cúpula do Fluminense. Outro fator valorizado internamente é a gestão de grupo do treinador, que tem lançado gradualmente alguns garotos da base.

Ainda na reunião, dirigentes tricolores garantiram que reforços chegarão para a sequência da temporada. O experiente centroavante Lucca e o jovem ponta Léo Jabá, ambos ex-Corinthians, estão encaminhados e devem fechar com o Tricolor em breve.

facebooktwitterreddit