Premier League

Diogo Jota tem falha histórica, mas talismã Origi garante vitória suada do Liverpool na casa dos Wolves

Lucas Humberto
Com assistência de Salah, Origi vai às redes nos acréscimos da partida
Com assistência de Salah, Origi vai às redes nos acréscimos da partida / JUSTIN TALLIS/GettyImages
facebooktwitterreddit

A expectativa era de um grande jogo pela Premier League na tarde deste sábado (04). Mas, Wolverhampton e Liverpool protagonizaram uma partida sonolenta até os minutos finais. Acontece que, nos acréscimos, Divock Origi - sim, ele mesmo, o herói dos gols importantes - encontrou o caminho das redes para colocar os Reds na liderança do Inglês e calar o Molineux Stadium. A assistência ficou por conta do sempre decisivo Mohamed Salah.

E olha que os Wolves tiveram múltiplas chances de adotar uma postura mais ofensiva. Assim como o próprio plantel de Jürgen Klopp, que teve uma tarde de desatenções atípicas, principalmente por parte do costumeiramente regular Virgil van Dijk e Diogo Jota, que perdeu um dos gols mais inacreditáveis da era moderna. No fim, Alisson e seus companheiros foram premiados pela insistência de quem finalizou 17 vezes, sendo cinco no alvo.

Com o placar, os Reds evitam as pesadas críticas que cairiam sob o atacante português, que parou em dois jogadores de linha defendendo a meta, e aproveitam a derrota do ex-líder Chelsea para o West Ham. A liderança, no entanto, pode ser provisória. Se o Manchester City vencer o Watford logo mais, Pep Guardiola irá reencontrar um dos seus lugares favoritos: o topo da Inglaterra. Os Blues, em contrapartida, podem cair para a terceira colocação.

Divock Origi Wolves Liverpool Premier League
Origi encontrou o caminho das redes nos acréscimos / Robbie Jay Barratt - AMA/GettyImages
facebooktwitterreddit