Futebol brasileiro

Dia do Treinador de Futebol: como os clubes brasileiros homenagearam seus técnicos nas redes sociais

Lucas Humberto
Efusivo, vitorioso e estrategista, Abel Ferreira recebeu homenagens nas redes sociais do Palmeiras
Efusivo, vitorioso e estrategista, Abel Ferreira recebeu homenagens nas redes sociais do Palmeiras / Buda Mendes/GettyImages
facebooktwitterreddit

Estrategista, "boleirão", elegante, genial, arrojado, conservador e às vezes tudo isso de uma só vez. Independe de qual seja o estilo de técnico do seu time do coração, só sabemos que ele é indispensável. E a importância é tamanha que eles (ou elas, claro) ganharam um dia especial: nesta sexta-feira (14), celebra-se o Dia do Treinador de Futebol.

Abaixo, você vê como os clubes brasileiros homenagearam seus comandantes. Antes disso, nós aproveitamos a deixa para indicar a série Ted Lasso, da Apple TV+. A premiada produção acompanha um técnico norte-americano (Jason Sudeikis) que assume o AFC Richmond, da Inglaterra.

1. Ele tem um plano

Bicampeão da Copa Libertadores, Abel Ferreira já está entre os grandes nomes da história do Palmeiras. Nos gramados sul-americanos, o luso ficou conhecido pela estratégia e reações efusivas.

2. De Fábio Carille aos gloriosos do passado

Rememorando sua tradição, o Santos não se contentou em prestar homenagens somente ao atual comandante Fábio Carille. Em suas redes sociais, o Peixe relembrou nomes históricos do clube.

3. Celebração antes mesmo da estreia

Paulo Sousa sequer teve sua estreia oficial no futebol brasileiro, mas já está recebendo as devidas celebrações. A Nação, aliás, segue demonstrando carinho pelo esforço do luso nas tratativas envolvendo a seleção polonesa.

4. Déjà vu nas Laranjeiras?

Poderia muito bem ser uma postagem de 2005, 2011 ou 2017, mas não é. Abel Braga, agora munido de grandes nomes como Germán Cano e Willian Bigode, tenta levar o Fluminense de volta ao caminho das glórias em 2022.

5. O olhar plural do Grêmio

Homenageando não apenas o técnico do time principal, o Imortal relembrou a importância das categorias inferiores, equipe de transição e, claro, do plantel feminino.

6. O Cacique do Internacional

Ainda nos gramados do sul, o ColoradoAlexander Medina comandar as primeiras sessões de treinamento. As expectativas são altas para um 2022 mais frutífero. Será que vinga?

7. A figura nova de Antonio Mohamed

Parte da torcida atleticana ainda está buscando informações para conhecer El Touro melhor, afinal, a oficialização do argentino veio apenas algumas horas antes do Dia do Treinador. Coincidência?

8. Quando vale apostar na juventude

Aos 38 anos, Paulo Pezzolano assumiu o comando de um dos maiores clubes brasileiros. Podemos não saber muito sobre as estratégias táticas do uruguaio no Brasil, mas personalidade não falta.

9. Ele tem o povo

Gustavo Florentín pode não ter conseguido manter o Leão na elite, mas terá oportunidade de tentar o acesso em 2022. Apesar do "insucesso", o paraguaio ganhou o coração da torcida.

10. Bônus: as múltiplas faces da seleção brasileira

Entre polêmicas, múltiplas convocações e sentimentos envolvidos, a seleção brasileira, seja masculina, feminina, olímpica, de base, entre outros, só chegou ao topo devido ao competente trabalho dos treinadores.

facebooktwitterreddit