Opinião

Derrota para o Avaí apenas confirma que destino do Cruzeiro em 2022 é, mais uma vez, a segunda divisão

Fabio Utz
Raposa acumula apenas oito vitórias na Série B
Raposa acumula apenas oito vitórias na Série B / Washington Alves/GettyImages
facebooktwitterreddit

A derrota por 1 a 0 para o Avaí, na noite desta sexta-feira, apenas corroborou o que é um pensamento comum: o Cruzeiro vai ficar mais um ano na Série B do Campeonato Brasileiro.

Muito embora a matemática ainda permita à Raposa sonhar com o acesso, esconder a realidade é o pior que se tem a fazer neste momento. Com mais sete jogos por disputar até o final da competição, o time mineiro precisa tirar uma diferença que, no momento, é de 13 pontos para o quarto colocado.

Vamos combinar: é impossível, ainda mais para uma equipe que, até aqui, acumula apenas oito vitórias em 31 exibições. Sim, o Cruzeiro não conseguiu fechar duas mãos de triunfos na Série B. Excetuando quem se encontra na zona de rebaixamento, ninguém está abaixo do clube neste quesito.

É interessante ver que, em termos de ataque, a Raposa até poderia pensar em algo melhor. O próprio Avaí, atualmente em terceiro lugar, tem o mesmo número de gols (36) que os comandados de Vanderlei Luxemburgo - o Goiás, que fecha o G-4, marcou uma vez mais apenas. O problema é que, por conta de um desequilíbrio entre os setores, os mineiros estão com saldo zerado. Com a defesa fracassando, o time ficou para trás. É hora, sim, de começar a projetar 2022. Na segunda divisão.

Para mais notícias do Cruzeiro, clique aqui.

facebooktwitterreddit