Futebol brasileiro

Decisão por pênaltis? Cássio e Fábio têm histórico para lá de positivo - relembre os números

Fabio Utz
Cássio, recentemente, foi herói em classificação na Libertadores
Cássio, recentemente, foi herói em classificação na Libertadores / JUAN MABROMATA/GettyImages
facebooktwitterreddit

Um novo empate e pronto: a definição do segundo classificado à final da Copa do Brasil se dará através das cobranças de pênaltis. Mas, se isso acontecer, Fluminense e Corinthians podem confiar em seus goleiros. Números trazidos em matéria do Lance! comprovam que Fábio e Cássio têm bom retrospecto em decisão por tiros livres.

Fábio Goleiro Fluminense Histórico Pênaltis Semifinal Copa do Brasil
Fábio chegou e virou titular absoluto do Fluminense / Wagner Meier/GettyImages

Fábio, que chegou ao Tricolor nesta temporada, é o maior pegador de pênaltis em atividade no futebol brasileiro. Em 17 anos de carreira, catou 35 cobranças - sendo uma pelo atual clube. Em seus tempos de Cruzeiro, onde virou ídolo, ficou de 2006 a 2019 sem perder uma disputa de penalidades. Nos últimos dez anos, impediu o gol rival em 23 oportunidades - foram 107 batidas contra, o que gera um aproveitamento de 31,7%. Ele vem de seis vitórias e apenas duas derrotas quando o assunto é decisão por pênaltis.

Cássio Goleiro Corinthians Pênaltis Copa do Brasil Semifinal
Cássio é ídolo da torcida do Corinthians / Ricardo Moreira/GettyImages

Cássio, por sua vez, está no Timão desde 2012 e, a partir de então, defendeu 24 das 132 cobranças que precisou atacar - aproveitamento de 28,7%. Se interceptar mais três batidas, se tornará o goleiro com mais defesas neste quesito na história do clube, deixando Ronaldo Giovanelli para trás. Na atual temporada, pegou duas batidas frente ao Boca Juniors, nas oitavas de final da Libertadores, e uma contra o Deportivo Cali, ainda pela fase de grupos do torneio continental. O histórico recente aponta para dez disputadas vencidas e quatro perdidas.

Para mais notícias do Corinthians, clique aqui.

Para mais notícias do Fluminense, clique aqui.

facebooktwitterreddit