Decisão judicial! Parte do dinheiro da venda de Renato Kayzer vai direto para ex-funcionário da base do Cruzeiro

Fabio Utz
Buda Mendes/Getty Images
facebooktwitterreddit

O Cruzeiro contava com um aporte financeiro em função da transferência de Renato Kayzer para o Athletico-PR. No entanto, o jogador ainda nem saiu do Atlético-GO e a Raposa já sabe que não verá boa parte da cor desse dinheiro. Isso em função de uma decisão judicial favorável a Amarildo Ribeiro, que trabalhava na base do clube.

A juíza Stella Fiuza Cançado deferiu pedido da defesa e ordenou que R$ 521.124,14 sejam transferidos para a conta do ex-dirigente. A magistrada, como destaca o GE.Globo, alegou que há “perigo de dano”, em se tratando de supressão de verba trabalhista. “Defiro a tutela requerida, determinando que seja expedido ofício ao Clube Athletico Paranaense (observado os dados informados pelo exequente) para que transfira a este Juízo o valor de R$ 521.124,14, quando do pagamento ao reclamado dos valores referentes à aquisição dos direitos econômicos do atleta Renato Kayser, sob pena de descumprimento de ordem judicial com as consequências legais advindas”, diz parte da decisão.

A ação tramita na 17ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte desde junho e, em agosto, a Justiça legitimou a maior parte dos pedidos de Amarildo, que era homem de confiança do ex-vice-presidente de futebol Itair Machado e pedia um total de R$ 577.179,25. A condenação provisória chegou a R$ 400 mil, mas o montante acabou reajustado com juros e correção monetária.

Para mais notícias do Cruzeiro, clique aqui.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.

facebooktwitterreddit