Futebol brasileiro

De olho na Sul-Americana, Ceni reforça abrir mão da multa rescisória se São Paulo quiser demiti-lo

Lucas Humberto
Em longa resposta, Ceni reafirmou seu desejo de levar o troféu da Sul-Americana de volta ao Morumbi
Em longa resposta, Ceni reafirmou seu desejo de levar o troféu da Sul-Americana de volta ao Morumbi / Ricardo Moreira/GettyImages
facebooktwitterreddit

Rogério Ceni e suas coletivas que marcam o torcedor. Questionado sobre seu papel na evolução do São Paulo, o comandante deu uma longa resposta relembrando sua trajetória no Morumbi. Ele ainda destacou que abre mão da multa rescisória se o clube quiser demiti-lo em caso de derrota na decisão da Copa Sul-Americana.

"Eu tento fazer meu melhor todos os dias porque aqui foi minha vida", iniciou. "Você acha que eu trabalho aqui pelo meu salário? Que eu estou preocupado com os meses que estão atrasados de imagem? Eu estou aqui para ajudar. Se eu não sou o cara certo... treinador no Brasil tem de monte", seguiu.

São Paulo e Corinthians empataram pela 26ª rodada do Brasileirão
São Paulo e Corinthians empataram pela 26ª rodada do Brasileirão / Ricardo Moreira/GettyImages

"Acha que eu estou preocupado com minha multa rescisória? Façamos o seguinte: dia primeiro (de outubro), se não ganhar (a Sul-Americana), abro mão da minha multa rescisória e vou embora sem problema". Na data citada pelo treinador, o Tricolor Paulista enfrenta o Independiente del Valle, em Córdoba, na Argentina.

Na resposta, Ceni ainda brincou com uma recente declaração de Vítor Pereira, técnico do Corinthians, que afirmou ter a situação financeira resolvida: "Não vou dizer igual o Vitor Pereira, que tem mais dinheiro que eu, recebe em euro, com todo respeito e admiração por ele, mas minha conta não é igual à do Vitor Pereira".

"Mas sou apaixonado pelo que faço. A responsabilidade é minha, e dia 2, se eu não ganhar o título e quiserem me mandar embora, eu abro mão da minha multa rescisória", reforçou. A declaração teve como pano de fundo a insatisfação de Ceni com os comentários de uma potencial demissão em caso de eliminação do São Paulo na semifinal da Sul-Americana.

"Eu sei que tem atrasado, mas eles vão pagar, são ponta firme. Vou tentar fazer o time ser campeão, trazer a honra, o orgulho de volta. Por isso vou batalhar, tentar fazer o São Paulo campeão. Não precisa me dar dinheiro de multa. (Depois da final) se quiser continuar, continuamos."

Rogério Ceni em coletiva

Para mais notícias do São Paulo, clique aqui.

facebooktwitterreddit