DAZN não vai mais transmitir a Copa Sul-Americana e a Recopa; entenda

Antonio Mota
Bruna Prado/Getty Images
facebooktwitterreddit

A plataforma de streaming esportivo DAZN devolveu os direitos de transmissão da Copa Sul-Americana, que também abarcam a Recopa, para a Conmebol. A decisão do grupo foi tomada por conta dos impactos financeiros causados pela pandemia do novo coronavírus. A devolução acabou com um acordo que começou em 2019 e iria até o final de 2022.

De acordo com informações do UOL Esporte, o DAZN deve tentar um novo acordo com a confederação sul-americana, alegando que tem que pagar menos devido aos danos do Covid-19 e ainda que não tem como arcar com o antigo contrato, já que grande parte de sua programação precisou ser alterada por corta do surto do novo coronavírus.

Copa Sul-Americana e Recopa estão nas mãos da Conmebol.
Copa Sul-Americana e Recopa estão nas mãos da Conmebol. / MAURO PIMENTEL/Getty Images

A Conmebol ainda não sabe o que vai fazer com os direitos de transmissão, no entanto, não vê com bons olhos uma ‘renegociação’. Um novo acordo é tido como muito difícil. Vale lembrar que licitação pelos direitos da Copa Sul-Americana, em 2018, não fez o sucesso esperado, tendo o DAZN como o único comprador, que até chegou aos valores desejados pela confederação.

Para se ‘livrar’ da Sul-Americana, o DAZN precisou indesejadamente abrir mão da Recopa, que, com Flamengo e Independiente Del Valle-EQU, em 2020, representou o maior crescimento na base de assinantes da plataforma e ainda teve os seus dois jogos de maior audiência no Brasil.  

Rede TV! também perde 'direitos' da Sul-Americana.
Rede TV! também perde 'direitos' da Sul-Americana. / DANIEL DUARTE/Getty Images

Além da plataforma de streaming esportivo, a RedeTV! também acaba ‘pagando’ pela devolução, já que tinha contrato de sublicenciamento para transmitir os jogos da Sul-Americana que não fossem de times brasileiros até o final da temporada. Cabe lembrar que o contrato não previa multa por rescisão.

A Copa Sul-Americana deve voltar apenas em outubro, após a interrupção por conta da pandemia do novo coronavírus. Do total, seis times brasileiros entraram na competição, mas apenas Vasco e Bahia ainda continuam, já que Atlético-MG, Fluminense, Goiás e Fortaleza foram eliminados.  

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique aqui.

facebooktwitterreddit