Futebol Internacional

Cristiano Ronaldo rejeitou contrato bilionário para seguir no Manchester United

Antonio Mota
Cristiano Ronaldo diz não a oferta do Al-Hilal, da Arábia Saudita, de mais de R$ 1,2 bilhão. Saiba mais.
Cristiano Ronaldo diz não a oferta do Al-Hilal, da Arábia Saudita, de mais de R$ 1,2 bilhão. Saiba mais. / Michael Regan/GettyImages
facebooktwitterreddit

Apesar da insatisfação no Manchester United, Cristiano Ronaldo não está disposto a deixar a Europa e os principais palcos do futebol mundial no momento. Uma prova disso é o “não” que o camisa 7 dos Red Devils e da Seleção de Portugal deu a uma oferta bilionária do Al-Hilal, da Arábia Saudita. O endinheirado time do Oriente Médio não economizou na oferta.

Segundo informações da imprensa europeia, Ronaldo rejeitou uma proposta de cerca de 240 milhões de euros (mais de R$ 1,24 bilhão, pela cotação atual) do Al-Hilal por dois anos de contrato. O montante ‘cairia’ apenas nos cofres do atacante. Além disso, o clube árabe ainda pagaria outros milhões de euros ao United e aos empresários que intermediariam o negócio.

Cristiano Ronaldo, atacante do Manchester United
Cristiano Ronaldo rejeitou oferta do Al-Hilal / Michael Regan/GettyImages

O tradicional clube de Manchester embolsaria mais de R$ 150 milhões com a tratativa, enquanto os empresários abocanhariam cerca de R$ 108 milhões. Ronaldo, no entanto, disse não ao Al-Hilal e vai continuar na Inglaterra, onde tem contrato até o final da atual temporada, ou seja, até meados de 2023. O atacante não quer deixar a competitividade da Europa no momento.

Com a Copa do Mundo se aproximando, o luso de 37 anos pensa apenas em manter o ritmo para chegar bem ao Catar. Até aqui, no calendário 2022/23, o camisa 7 entrou em campos sete vezes e ainda não foi às redes.

facebooktwitterreddit