Futebol Internacional

Cristiano Ronaldo corre risco de ser dispensado pelo Manchester United nas próximas semanas, diz emissora

Lucas Humberto
Fontes revelaram que CR7 está exercendo um impacto negativo no elenco do Manchester United
Fontes revelaram que CR7 está exercendo um impacto negativo no elenco do Manchester United / Sebastian Frej/MB Media/GettyImages
facebooktwitterreddit

Fim do ciclo? Segundo informações da emissora BBC, o Manchester United estuda a possibilidade de dispensar Cristiano Ronaldo ainda neste mercado de verão europeu, que será encerrado no dia 1º de setembro. Embora ainda tenha um ano de contrato, o craque luso é considerado uma presença negativa no elenco, conforme fontes consultadas pelo veículo.

De acordo com os detalhes da reportagem, os sentimentos positivos depois de uma boa pré-temporada desapareceram. As derrotas na Premier League para Brighton, em Old Trafford, e Brentford, no Gtech Community Stadium, apenas aumentaram a negatividade. CR7 não esteve presente nas turnês por Austrália e Tailândia. Em paralelo, o atacante buscava um novo clube.

Cristiano Ronaldo, atacante do Manchester United
United ocupa a lanterna da Premier League / Catherine Ivill/GettyImages

As investidas do português no mercado, contudo, não surtiram efeito. Negociação com Chelsea, Atlético de Madrid e outros gigantes europeus acabaram não avançando. Segundo apuração do diário espanhol As, o Borussia Dortmund, da Alemanha, surgiu como uma possibilidades nas últimas horas. Veremos...

Fontes consultadas revelaram à BBC que temem que não existam mudanças reais nos problemas atuais dos Red Devils se Ronaldo permanecer. Aliás, há uma crença de que, mesmo diante da saída do camisa 7 sem a chegada de um substituto à altura, haveria uma transformação significativa no humor do elenco.

"Há uma grande decisão a ser tomada em relação a Ronaldo. Ele obviamente não está feliz, o problema é que, se o United o perder, não restará alguém que faça gols. Eu realmente acho que se ele sair e eles não trouxerem um substituto, o United pode terminar na metade inferior da tabela."

Gary Neville à Sky Sports
facebooktwitterreddit