'Cria' de Luis Enrique acredita em sucesso do treinador caso ele assuma a Seleção Brasileira na vaga de Tite

Fabio Utz
No mercado, treinador espanhol é um dos cotados para assumir a vaga de Tite
No mercado, treinador espanhol é um dos cotados para assumir a vaga de Tite / Koji Watanabe/GettyImages
facebooktwitterreddit

Atual jogador do Girona, da Espanha, Oriol Romeu trabalhou com Luis Enrique nas categorias de base do Barcelona. O volante catalão, inclusive, já disse que o técnico é quem mais influenciou, de forma positiva, a sua carreira. Como seria para ele, então, ver o profissional que é uma referência treinando a Seleção Brasileira, que possui a camisa considerada a mais 'pesada' do mundo'?

Oriol Romeu Volante Girona Espanha LaLiga Futebol Luis Enrique Seleção Brasileira
Volante do Girona reconhece papel importante de Luis Enrique em sua carreira / Alex Caparros/GettyImages

"Luis Enrique é um treinador muito duro. Lhe encanta ter a posse da bola, lhe encanta atacar. Eu acredito que vai fazer um grande trabalho onde quer que vá treinar", disse Romeu em entrevista concedida nesta quarta-feira (25).

O 90min Brasil questionou sobre o possível impacto que o treinador espanhol traria ao time. Fora de cena desde que deixou a seleção da Espanha, após a eliminação precoce nas oitavas de final da Copa do Mundo do Catar, diante de Marrocos, Luis Enrique tem seu nome fortemente cogitado nos bastidores da CBF e seria, no momento, até mesmo favorito para ocupar o lugar deixado por Tite após o Mundial.

"Com os jogadores que o Brasil possui, com certeza Luis Enrique pode fazer um grande trabalho. Não sei o que ele vai fazer, mas estou convencido de que pode realizar um grande trabalho no Brasil. Da maneira que ele gosta de jogar, da maneira que ele gosta de montar seus times, tudo está muito conectado com a forma de se fazer futebol no Brasil. Então estou convencido de que pode oferecer coisas muito positivas."

Oriol Romeu

No currículo de treinador, Luis Enrique tem Barcelona B, Roma, Celta de Vigo, Barcelona e a seleção espanhola. Já Romeu, hoje com 31 anos, é cria da "cantera culé". Depois de anos de formação, começou a carreira profissional no Barcelona B, em 2009, e chegou a fazer dois jogos pelo time principal em 2011, quando o clube foi campeão Espanhol. Este foi o primeiro troféu da carreira.

Depois, vestiu a camisa do Chelsea por dois anos, onde venceu a Champions League 2011/2012 e a Liga Europa 2012/2013. Ainda viajou a Europa jogando por Valencia e Stuttgart e passou as últimas sete temporadas no Southampton, da Inglaterra. De volta à Catalunha, estreou pelo Girona no dia 3 de setembro do ano passado. Neste sábado tem Girona x Barça por LaLiga. Um duelo entre criador e criatura.

facebooktwitterreddit