Corrupção, lavagem de dinheiro e outros crimes: ex-presidente é preso após buscas no CT do Barcelona

Antonio Mota
Mar 1, 2021, 10:19 AM GMT-3
Josep María Bartomeu é detido após investigações no CT do Barcelona; ex-cartola é acusado de corrupção, lavagem de dinheiro e outros crimes.
Josep María Bartomeu é detido após investigações no CT do Barcelona; ex-cartola é acusado de corrupção, lavagem de dinheiro e outros crimes. / Quality Sport Images/Getty Images
facebooktwitterreddit

O ex-presidente Josep María Bartomeu, que renunciou à presidência do Barcelona em outubro do ano passado, foi preso na manhã desta segunda-feira, 1º de março, após investigações da Polícia da Espanha nas instalações da agremiação. Além do ex-cartola, o CEO Óscar Grau e o diretor jurídico Román Gómez Punti também foram detidos.

Segundo informações da Rádio Cadena Ser (via A Bola/Portugal), da Espanha, a Polícia “Mossos d'Esquadra” confirmou que vai realizar inúmeras investigações relacionadas ao Barça por meio de sua Área Central de Crimes Econômicos. A movimentação de hoje foi mais uma etapa na investigação sobre o ‘BarçaGate”, imbróglio que levou a mudanças na diretoria culé em 2020.

Bartomeu foi detido, segundo informações do ge, em sua resistência, acusado de corrupção, lavagem de dinheiro e administração injusta.

Josep María Bartomeu e outros dois dirigentes são presos após investigações no Barcelona.
Josep María Bartomeu e outros dois dirigentes são presos após investigações no Barcelona. / Quality Sport Images/Getty Images

Ainda segundo o ge, o ponto central das investigações seria a suspeita de que a antiga diretoria teria contratado uma empresa de consultoria especializada em dados e redes sociais, a I3 Ventures, para defender a reputação de Bartomeu e de outros cartolas do Barcelona. Além disso, a I3 também seria paga para publicar mensagens atacando jogadores, ídolos e políticos do clube.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.

facebooktwitterreddit