Futebol Feminino

É campeão! Corinthians amplia hegemonia no Brasileirão Feminino com goleada sobre o Inter e recorde de público

Bia Palumbo
Corinthians levantou a taça do Brasileirão Feminino pela quarta vez em cinco anos
Corinthians levantou a taça do Brasileirão Feminino pela quarta vez em cinco anos / Fernando Roberto/UAI Foto/Gazeta Press
facebooktwitterreddit

Em dia com recorde de público no futebol feminino em toda América do Sul, o Corinthians confirmou o favoritismo diante do Internacional e conquistou o tricampeonato brasileiro consecutivo neste sábado (24), o quarto em 10 edições. E foi com goleada: 4 a 1, com direito a 41.070 presentes na Neo Química Arena, em São Paulo.

O estádio lotado empurrou a equipe de Arthur Elias para começar a todo vapor, com gol anulado de Gabi Zanotti e bola na trave de Adriana nos primeiros 10 minutos. No entanto o Inter - dono de uma campanha com 70% de aproveitamento fora de casa - se provou novamente como um visitante indigesto ao abrir o placar com Sorriso, que desviou cobrança de escanteio e estufou a rede aos 13.

A reação alvinegra demorou menos de 10 minutos, quando Jaqueline completou com precisão uma jogada de Yasmin. O empate empolgou as donas da casa, Mayara precisou trabalhar em finalizações de Tamires e Gabi Portilho, e ainda teve uma cabeçada de Gabi Zanotti que saiu por cima do gol. A virada era questão de tempo e ela aconteceu ainda na primeira etapa, de lateral para lateral, quando a capitã Tamires jogou na área e Diany marcou.

A gangorra de emoções para as Gurias Coloradas com a derrota parcial na ida para o intervalo ganhou novo componente logo no início do segundo tempo. Em mais uma jogada construída, Gabi Portilho rolou e Vic Albuquerque tocou no canto esquerdo de Mayara. E não parou por aí, as Brabas continuaram indo para cima, impondo seu estilo de jogo.

O terceiro gol abalou o Inter, que até que tentou, mas não conseguia incomodar Lelê, só chegou em cobrança de falta com Duda que passou à esquerda da meta. Maurício Salgado então mexeu três vezes, com Haas para fechar a defesa e mais duas atacantes em campo, Biazinha e Priscila, mas nada que mudasse a realidade da partida. Ainda deu tempo da artilheira Jheniffer selar o título com goleada, marcando o 11º dela na temporada, após uma troca de passes.

A festa dos torcedores em Itaquera comoveu até mesmo Pelé, que usou as redes sociais para comemorar o recorde de público.

"Em um lindo dia de sol, testemunhamos o futebol feminino brilhar mais forte. Famílias inteiras no estádio, muitas crianças e um jogo de qualidade. Recorde de público, mas acima de tudo isso, um momento inesquecível. Existem feitos que só o esporte consegue realizar"
, publicou o Rei do Futebol.

facebooktwitterreddit