Copa do Mundo 2022

Copa do Mundo: com gol relâmpago, Costa Rica bate Nova Zelândia e garante a última vaga

Matheus Nunes
Joel Campbell foi o responsável por colocar a seleção do seu país no mundial
Joel Campbell foi o responsável por colocar a seleção do seu país no mundial / Matthew Ashton - AMA/GettyImages
facebooktwitterreddit

Em um jogo bastante movimentado nesta terça-feira (14), com direito a gol anulado e expulsão, Costa Rica e Nova Zelândia disputaram a última vaga para a Copa do Mundo do Catar. O conhecido atacante Joel Campbell foi o responsável por balançar as redes e classificar os costarriquenhos para o mundial em novembro.

A bola mal tinha começado a rolar e o placar já tinha sido alterado, aos 2 minutos de jogo. Bennette aproveitou desatenção dos jogadores adversários e cruzou para Campbell, que entrou no meio dos zagueiros e chutou de esquerda, no cantinho do goleiro Sail. Porém, foi somente isso que a seleção comandada por Luis Fernando Suárez fez. Depois disso, apenas retranca.

Os neozelandeses dominaram quase todo o primeiro tempo, criando boas chances de marcar e tendo gol anulado aos 38 minutos. Garbett recebeu pelo lado esquerdo, superou a marcação e cruzou para Wood balançar a rede. O VAR chamou o árbitro, que viu falta no lance.

Na etapa final, a Nova Zelândia começou melhor, mesmo com um jogador expulso aos 23 minutos. Apesar de ter menos atletas em campo, a equipe buscou o empate e viu as melhores jogadas serem interceptadas por Keylor Navas, que salvou a seleção de seu país nos últimos minutos. Apesar da pressão, o resultado permaneceu assim: 1 a 0 para a Costa Rica.

A Costa Rica vai para sua terceira Copa do Mundo seguida, entrando no Grupo E, com Alemanha, Espanha e Japão. A estreia será contra a seleção ibérica no dia 23 de novembro.

facebooktwitterreddit